Perito apresenta razões do fracasso da cúpula da UE

A cúpula da UE em Bruxelas não chegou a um compromisso quanto ao orçamento da união até 2020.

A cúpula da UE falhou por várias razões, declarou à Voz da Rússia o investigador do Instituto da Economia Mundial e Relações Internacionais da Academia de Ciências da Rússia Serguei Utkin. Em primeiro lugar, os membros da UE não chegaram a um acordo quanto ao montante do orçamento para os sete anos. Uns consideram que ele deve ser reduzido e outros que isso não terá consequências positivas.

O segundo motivo da discórdia são as rubricas de despesa do orçamento: os críticos da direção da UE consideram que estas são ineficazes.

Na opinião do perito russo, o fracasso da cúpula é perigoso para os mercados financeiros. A obtenção de um acordo iria favorecer a saída da UE da crise. Se não se conseguir corrigir as posições do orçamento que já estão em vigor, em 2020 se irá verificar que, num mundo em mudança, a UE ficou a marcar passo durante 7 anos, concluíu Utkin.