Caros leitores, com grande alegria anunciamos que a Voz da Rússia está mudando de nome e se mudando para um novo site. Nós agora seremos conhecidos como a agência de notícias e rádio Sputnik. Vocês podem encontrar todas as últimas notícias da nossa agência em http://br.sputniknews.com. Por favor, atualizem seus favoritos e fiquem conosco!
15 Agosto 2012, 22:29

Museu de Conimbriga realiza exposição de 25 artistas surrealistas

Museu de Conimbriga realiza exposição de 25 artistas surrealistas

Obras de 25 artistas oriundos de cerca de dezena e meia de países integram a exposição de arte surrealista International Surrealism Now, que é inaugurada a 01 de setembro no Museu Monográfico de Conimbriga.

Integrada nas comemorações dos 50 anos deste museu, a exposição vai exibir uma a duas obras por autor, e permitirá apreciar trabalhos de artistas que, pela primeira vez, mostram a sua produção em Portugal, disse hoje à agência Lusa o comissário da mostra, Santiago Ribeiro.

Os russos Yuri Tsetaev e Maria Aristova, os norte-americanos Magi Calhoun e Steve Smith, o romeno Dan Neamu e o indonésio Sio Shisio são alguns dos artistas que expõem pela primeira vez em Portugal nesta mostra, a par com Liba WS (França), Majisme Majo (Holanda) e Naiker Roman (Espanha), adiantou.

Além de trabalhos do artista de Coimbra Santiago Ribeiro, vão também estar expostas obras de Francisco Urbano, Paula Rosa, Victor Lages e Rui Silvares (Portugal), Daniel Hanequand (Canadá), Brigid Marlin (Reino Unido), Gromyko Semper (Filipinas) e Hugues Gillet (França).

Mehriban Efendi, pintora “muito conhecida” no Azerbaijão, Keith Wigdor e Shahla Rosa (EUA), Maciej Hoffman (Polônia), Ton Haring (Holanda), Hector Pineda (México) e Vu Huyen Thuong (Vietnã) são outros dos artistas representados.

Trata-se, segundo Santiago Ribeiro, de uma exposição que pretende “dar uma visão do que é o surrealismo atualmente, com trabalhos no âmbito do sonho e da imaginação”.

A International Surrealism Now, que mostra trabalhos de artistas de várias gerações, dá continuidade à série de mostras em torno do surrealismo iniciada em 2010 por Santiago Ribeiro, com uma exposição apoiada pela Fundação Bissaya Barreto, de Coimbra, disse ainda.

O Museu Monográfico de Conimbriga, em Condeixa-a-Nova, Coimbra, “é o segundo museu mais visitado em Portugal. As ruínas datam de 100 a.C. Esta configuração antiga justaposta com a arte contemporânea surrealista terá um resultado extraordinário”, sustenta Santiago Ribeiro numa nota sobre a exposição.

Patente até 30 de setembro, a exposição tem o apoio da Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova, da Liga de Amigos de Conimbriga e do Instituto dos Museus e da Conservação.

  •  
    E recomendar em