01:10 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    52231
    Nos siga no

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que o país está "cansado" de ataques terroristas na Síria, prometendo que Ancara trataria de eliminar tamanha ameaça por sua conta.

    Anteriormente, a Turquia enviou suas forças para o norte da Síria, onde conduziu operações conjuntas com militantes locais contra as forças curdas na região.

    "Perdemos a paciência [...] A Turquia está determinada em eliminar as ameaças que surgem do norte da Síria, seja junto com as forças ativas no país, seja por nossos próprios meios", declarou Erdogan, citado pelo jornal Daily Sabah.

    Desde o início de 1980 que o governo turco vem combatendo o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), um grupo que Ancara classificou como organização terrorista. Por sua vez, o PKK tem lutado pela criação de um Estado curdo independente.

    Ambos os lados assinaram um acordo de cessar-fogo em 2013, mas acabou colapsando apenas dois anos depois, após vários ataques terroristas supostamente cometidos pelo grupo.

    Até hoje, no total, Ancara conduziu três grandes operações na Síria. No decorrer destas, as tropas turcas, junto com forças pró-Turquia, combatrem não apenas contra militantes curdos, mas também, por vezes, contra membros do Exército Árabe da Síria.

    Mais:

    Turquia mostra força militar com exibição de novos drones em Istambul (FOTOS, VÍDEO)
    Turquia exigirá aos EUA indenização por ser expulsa do programa de caças F-35
    Turquia proíbe entrada de caminhões iranianos em retaliação à República Islâmica
    Tags:
    Turquia, Síria, Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), ataques, terrorismo, Recep Tayyip Erdogan
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar