14:57 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2236
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa da Arábia Saudita informou neste domingo (5) que pelo menos duas crianças ficaram feridas pelos estilhaços de míssil balístico.

    A Arábia Saudita interceptou um míssil balístico e drones armados disparados pelo movimento iemenita houthi contra a região leste do país, rica em petróleo, no sábado (4). Duas crianças ficaram feridas pelos estilhaços, anunciou o Ministério da Defesa saudita, reporta a agência Reuters neste domingo (5).

    O movimento houthi, que está em guerra contra a coalizão liderada pela Arábia Saudita desde 2015, assumiu a responsabilidade pelo ataque, afirmando que tinha como alvo as instalações da companhia estatal Saudi Aramc, a maior empresa de petróleo do mundo, em Ras Tanura, na cidade de Damã, com oito drones armados e um míssil.

    Os houthis também lançaram ataques a outras instalações da Aramco nas províncias sauditas de Jizan e Najran, no sul do país, disse Yahya Sarea, porta-voz dos houthis.

    A Saudi Aramco não respondeu a um pedido de comentário. Uma fonte familiarizada com o assunto disse à mídia que não houve impacto na infraestrutura da empresa e que o ataque aconteceu fora de suas instalações.

    ​Um projétil visando Damã, na Arábia Saudita, é um drone ou um míssil

    Um míssil foi interceptado em um subúrbio de Damã, com estilhaços ferindo duas crianças e causando pequenos danos a 14 casas, disse o governo saudita.

    Damã, há pouco.​ 

    Retaliação

    De acordo com especulações da mídia local, os ataques deste sábado (4) podem ser retaliação a um grande número de ataques da coalizão saudita às posições dos houthis ocorridos no início desta semana. 

    Na sexta-feira (3), houthis supostamente lançaram vários ataques com drones na Arábia Saudita. Todas as tentativas foram frustradas, de acordo com as declarações da coalizão.

    Os ataques deste sábado (4) seriam o primeiro ataque desse tipo no leste da Arábia Saudita. Os ataques a instalações de produção de petróleo são regularmente feitos por drones e projéteis no sul do país.

    Mais:

    Projeto de lei de US$ 706 bilhões do Pentágono pretende fechar baía de Guantánamo
    Rei da Jordânia afirma que o país foi atacado por drones de 'assinatura iraniana'
    Reino Unido envia forças ao Iêmen 'para localizar possíveis autores' do ataque ao Mercer Street
    Tags:
    ataque aéreo, ataque aéreo, projétil, míssil, míssil, Arábia Saudita, Saudi Aramco, Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar