21:27 21 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    113
    Nos siga no

    Segundo agência Bloomberg, trata-se da nova estratégia da Arábia Saudita, que busca proteger a extração de petróleo bruto e regular os preços petrolíferos.

    Abdulaziz bin Salman al Saud, membro da família real saudita e ministro da Energia do país, se comprometeu a extrair "cada molécula de hidrocarboneto", o que reflete a nova estratégia saudita para dominar os preços do petróleo que começou a se destacar no início da pandemia, informou a Bloomberg.

    "Permanecemos o último homem de pé, e cada molécula de hidrocarboneto sairá à luz", manifestou o titular da pasta durante um evento privado organizado pela corporação Bank of America em junho. A mídia atribui estas palavras a Abdulaziz, citando uma pessoa familiarizada com detalhes do encontro.

    Conforme a Bloomberg, a nova estratégia, impulsada pelo alto funcionário, é menos restringida pelos EUA, um dos aliados-chave do país, e tem como objetivo proteger a extração petrolífera.

    Entretanto, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e seus aliados acordaram no domingo passado (18) aumentar a oferta com o objetivo de esfriar os preços de petróleo bruto em meio à recuperação econômica após a pandemia do coronavírus.

    Assim, desde agosto a produção total dos membros da OPEP+ aumentará em 400.000 barris por dia mensalmente. O acordo foi precedido pelo primeiro desacordo público entre os Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita, que foi solucionado no âmbito das negociações.

    Por sua parte, o príncipe Abdulaziz qualificou a construção de consenso como uma "arte" e "um segredo de Estado", enquanto se negou a divulgar os detalhes do acordo.

    Mais:

    EUA roubaram 45 caminhões com petróleo e trigo da Síria para o Iraque, relata agência
    Crescimento da demanda por petróleo é ocasional e voltará ao patamar anterior em breve, diz analista
    Evitando estreito de Ormuz: Irã abre novo terminal de exportação de petróleo
    Tags:
    Arábia Saudita, energia, petróleo, OPEP
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar