10:32 30 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3200
    Nos siga no

    O presidente de Madagascar, Andry Rajoelina, sobreviveu a uma tentativa de assassinato, informou nesta quinta-feira (22) a AFP citando promotores públicos do país.

    Segundo informações, as autoridades impediram uma tentativa de assassinato de Rajoelina e detiveram vários "estrangeiros e residentes de Madagascar".

    De acordo com uma fonte diplomática citada pela agência, dois cidadãos franceses estão entre os detidos "como parte de uma investigação por minar a segurança do Estado".

    A rádio RFI informou que os estrangeiros detidos são Paul Rafanoharana, de dupla nacionalidade franco-malgaxe, e Philippe François, cidadão francês.

    Segundo fonte anônima citada pelo veículo de comunicação, Rafanoharana foi preso em sua casa na terça-feira (20) à noite, enquanto François foi detido no aeroporto de Ivato quando estava prestes a sair do país rumo à França.

    "Vários cidadãos estrangeiros e malgaxes foram presos na terça-feira, 20 de julho, como parte de uma investigação em um ataque à segurança do Estado", disse em comunicado a procuradora Berthine Razafiarivoni.

    "Nesta fase da investigação que está em curso, a Procuradoria Geral garante que vai esclarecer este caso", acrescentou.

    A Polícia do país anunciou que durante as celebrações do Dia da Independência em 26 de junho foi frustrada uma tentativa de assassinato do seu chefe, Richard Ravalomanana, que é também o braço direito do presidente.

    Mais:

    Haiti pede tropas aos EUA e ONU para proteger sua infraestrutura após assassinato de presidente
    Presidente interino do Mali sofre tentativa de assassinato, diz mídia
    Suposto mandante do assassinato do presidente haitiano é detido
    Tags:
    presidente, assassinato, Madagascar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar