18:48 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    242
    Nos siga no

    A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, confirmou que administração Biden está preparando a evacuação e relocação de cidadãos afegãos que apoiaram os militares estadunidenses durante os 20 anos de guerra no Afeganistão.

    Os voos da Operação Refúgio dos Aliados deverão começar na última semana deste mês, e estarão disponíveis em primeiro lugar para aplicantes de vistos de imigração especiais, já no decorrer do processo de aplicação para residência nos EUA, de acordo com um oficial sênior da administração democrata que, por sua vez, não foi autorizado a comentar publicamente e apenas falou sob condição de anonimato, informa a agência AP.

    O presidente norte-americano foi pressionado pelos legisladores de ambos os lados políticos para formular uma solução que ajude a evacuar, no próximo mês, os militares afegãos que ajudaram as forças dos EUA. Assim, ainda em junho a Casa Branca começou a informar os legisladores sobre as linhas gerais de seus planos.

    A administração Biden tem também trabalhado para encontrar um outro país, ou estado dentro do território dos EUA, que possa abrigar os cidadãos afegãos enquanto esperam que seus processos estejam resolvidos.
    Soldados do Afeganistão de guarda no portão da base aérea dos EUA de Bagram, no dia em que as últimas tropas norte-americanas a desocuparam, província de Parwan, Afeganistão, 2 de julho de 2021
    © REUTERS / Mohammad Ismail
    Soldados do Afeganistão de guarda no portão da base aérea dos EUA de Bagram, no dia em que as últimas tropas norte-americanas a desocuparam, província de Parwan, Afeganistão, 2 de julho de 2021

    Os oficiais dos EUA disseram que uma possibilidade a ser discutida é a relocação de aplicantes afegãos para países vizinhos na Ásia Central, onde poderiam ficar protegidos de possíveis retaliações pelo Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países) ou outros grupos.

    O plano de evacuação poderia, potencialmente, afetar vários milhares de afegãos. Na verdade, muitos dos que apoiaram os EUA – inclusive suas famílias – já se encontram na lista para aplicação para vistos de imigração especiais, segundo a mídia.

    Até o momento, a Casa Branca e o Departamento de Estado dos EUA se recusaram a comentar o número exato de aplicantes afegãos a serem realocados e para onde poderão ir.

    Mais:

    Embaixador russo: Rússia não tentará convencer China a negociar segurança para beneficiar EUA
    Talibã declara ter tomado importante travessia na fronteira entre Afeganistão e Paquistão (VÍDEO)
    EUA classificam reivindicações de Pequim sobre mar do Sul da China como 'coercitivas' e 'ilegais'
    Tags:
    imigração, vistos, militares, EUA, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar