05:54 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 32
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores de Israel, Yair Lapid, inaugurou oficialmente a embaixada israelense nos Emirados Árabes Unidos (EAU), considerando tal evento um "momento histórico".

    De momento, Lapid se encontra nos EAU para sua visita oficial, sendo o primeiro ministro do Estado hebraico a visitar o Estado do golfo Pérsico.

    Esta viagem tem lugar um ano depois que os dois países anunciaram a estabilização de suas relações.

    "Estamos aqui hoje porque escolhemos paz em vez de guerra, cooperação em vez de conflito, o bem de nossos filhos em vez das más memórias do passado [...] Acordos são assinados pelos líderes, mas a paz é feita pelos povos", declarou o chanceler israelense, citado pelo The Times of Israel.

    Lapid agradeceu ao ex-premiê de Israel e político rival, Benjamin Netanyahu, ao qual chamou de "arquiteto dos Acordos de Abraão e que trabalhou arduamente para os tornar realidade", disse citado pela mídia.

    Presidente de Israel, Reuven Rivlin, sentando entre o primeiro-ministro Naftali Bennet e o chanceler Yair Lapid, na foto com ministros do novo governo de Israel, Jerusalém, 14 de junho de 2021
    © REUTERS / Ronen Zvulun
    Presidente de Israel, Reuven Rivlin, sentando entre o primeiro-ministro Naftali Bennet e o chanceler Yair Lapid, na foto com ministros do novo governo de Israel, Jerusalém, 14 de junho de 2021

    De igual modo, Yair Lapid também agradeceu ao ex-presidente dos EUA, Donald Trump, e ao atual presidente norte-americano, Joe Biden.

    O ministro afirmou que Israel quer paz com todos seus vizinhos, advertindo que "não vamos a lado nenhum. O Oriente Médio é nossa casa. Estamos aqui para ficar [...] Instamos todos os países da região a reconhecerem isso, e que venham dialogar conosco", declarou citado na matéria.

    Noura Al Kaabi, ministra da Cultura e Desenvolvimento do Conhecimento dos EAU, falou depois de Lapid, afirmando, citada pelo The Times of Israel, que "é essencial nos prepararmos e a nossos filhos rumo a um novo mundo".

    A ministra sublinhou a importância da colaboração de seu país com Israel nas áreas da inteligência artificial, cidades inteligentes, COVID-19, comércio e turismo. No final de seu discurso, Al Kaabi proferiu "toda raba", que em hebraico significa "muito obrigada".
    Líderes do Bahrein, Israel, EUA e Emirados Árabes assinam acordo para normalização de laços diplomáticos na Casa Branca
    © AP Photo / Alex Brandon
    Líderes do Bahrein, Israel, EUA e Emirados Árabes assinam acordo para normalização de laços diplomáticos na Casa Branca

    O principal aliado de Israel, os Estados Unidos, também reagiram ao acontecimento. A abertura da embaixada israelense na capital Abu Dhabi foi saudada pelo secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken.

    Blinken disse em um comunicado que o estabelecimento da missão diplomática do Estado judeu e a visita de Lapid aos EAU "são importantes para Israel, os Emirados Árabes Unidos e toda a região".

    O diplomata norte-americano afirmou que os "EUA continuarão trabalhando com Israel e os EAU, enquanto fortalecemos todos os aspectos de nossas parcerias e trabalhamos para criar um futuro mais pacífico, seguro e próspero para todos os povos do Oriente Médio", citado pela mídia israelense.

    Mais:

    EUA e Israel discutem criar 'zona de exclusão aérea' para drones iranianos no Oriente Médio
    Judeus estão plenamente integrados no Brasil, diz analista após estudo sugerir migração para Israel
    Pompeo contradiz Netanyahu e declara que F-35 foi a chave do acordo de paz entre Israel e EAU
    Tags:
    Yair Lapid, Oriente Médio, Embaixada de Israel, Israel, EAU, Emirados Árabes Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar