18:03 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1412
    Nos siga no

    Até recentemente, a Marinha iraniana e a Marinha da Guarda Revolucionária de elite têm limitado suas operações à proteção da costa do país, com destacamentos ocasionais de navios no mar Vermelho, Mediterrâneo e no oceano Índico.

    Os inimigos de Teerã estão profundamente preocupados com as crescentes capacidades de operar em alto mar do país, afirmou o contra-almirante Hossein Khanzadi, comandante da Marinha do Irã.

    "A presença da frota naval da Marinha da República Islâmica do Irã no oceano Atlântico preocupou profundamente os inimigos do país [...] A presença das forças navais estratégicas do Irã tem como objetivo promover a cooperação com países litorâneos no oceano Atlântico", afirmou.

    Recentemente, o Irã enviou o Sahand, um navio da classe Moudge, para o oceano Atlântico, onde foi visto escoltando o navio Makran, que navega rumo à Venezuela.

    O destacamento das duas embarcações é o primeiro deste tipo do país, com ambos os navios navegando para o Atlântico a partir de portos iranianos, sem precisar fazer escalas em outros países.

    Falando sobre a missão, Khanzadi afirmou que o Irã não precisa mais de "nenhum porto ou costa para atracar e têm as capacidades e poder necessários para todos os tipos de operações na região".

    Além destas embarcações, o Irã revelou um navio multifuncional capaz de realizar missões de longa distância, o Shahid Roudaki.

    A embarcação pode transportar uma variedade de armas, incluindo helicópteros, drones, lanchas rápidas de mísseis de ataque e sistemas de mísseis antiaéreos.

    Teerã elevou significativamente o desenvolvimento de sua indústria de defesa doméstica. O impulso tecnológico foi parcialmente motivado pela proibição pela ONU do comércio de armas entre o Irã e outros países.

    Embora a proibição tenha expirado em 2020, Teerã indicou que planeja seguir desenvolvendo equipamentos militares com suas próprias tecnologias.

    Mais:

    Submarino da Marinha Real britânica estaria pronto para atacar Irã se guerra eclodir
    Marinha dos EUA teria entrado em área de exercícios navais do Irã no golfo Pérsico
    Trump instrui Marinha a 'abater e destruir' qualquer barco do Irã que 'hostilizar' navios dos EUA
    Tags:
    navios de guerra, navios, inimigos, Marinha, Marinha do Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar