07:31 14 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    32218
    Nos siga no

    Esta é a primeira declaração do premiê de Israel desde que a oposição do país anunciou um novo governo de coligação.

    No mês passado, Netanyahu não conseguiu formar um novo governo após a quarta votação em apenas dois anos.

    O premiê israelense atacou o "perigoso governo de esquerda", acusando ex-ministro da Defesa de Israel Naftali Bennett, o seu potencial sucessor, de "vender" a região do deserto de Neguev à Lista Árabe Unida – um partido político árabe.

    Na quarta-feira (2), Yair Lapid, líder do maior partido de oposição de Israel, informou o presidente israelense Reuven Rivlin de ter conseguido formar uma coalizão governamental.

    Yair Lapid, líder do partido israelense Yesh Atid
    © CC0
    Yair Lapid, líder do partido israelense Yesh Atid

    De acordo com a Lei Fundamental do Governo, Naftali Bennett será primeiro-ministro de Israel por dois anos, em sistema rotativo. Bennet e Yair Lapid ocuparão alternadamente o cargo de premiê.

    Yair Lapid foi escolhido em maio pelo presidente israelense para formar um novo governo depois que Netanyahu foi incapaz, após a votação de 23 de março, de formar o executivo no prazo estabelecido.

    Ao longo dos últimos dois anos, em Israel foram realizadas quatro eleições parlamentares, mas os partidos vencedores se mostraram incapazes de formar uma coalizão estável.

    Mais:

    Netanyahu é escolhido pelo presidente de Israel para tentar formar próximo governo
    Líderes da oposição em Israel afirmam ter chegado a acordo para derrubar Netanyahu
    'Netanyahu não fez o que deveria ter feito para levar Israel à paz', diz ex-primeiro-ministro
    Tags:
    governos de esquerda, Benjamin Netanyahu, governo, Parlamento, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar