21:15 19 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1142
    Nos siga no

    General Frank McKenzie, que comanda as forças dos EUA no Oriente Médio, emitiu um aviso em relação à ameaça de drones armados lançados no Iraque por milícias apoiadas pelo Irã.

    O comandante militar norte-americano afirmou que os veículos aéreos não tripulados (VANT) eram difíceis de detectar e destruir, e admitiu que os Estados Unidos têm tido dificuldades para lidar com estes drones, escreveu portal Arab News.

    General ressaltou que a prioridade era encontrar maneiras mais eficazes de combater os ataques executados por drones.

    "Estamos trabalhando muito duro para encontrar soluções técnicas que nos permitam ser mais eficazes contra os drones", afirmou o general, acrescentando que estavam sendo implementados esforços na busca de maneiras de cortar as ligações de comando e controle entre um drone e o seu operador, melhorar os sensores de radar para identificar rapidamente a ameaça à medida que se aproximava, e encontrar maneiras eficazes de derrubá-la.

    "Estamos abertos a todos os tipos de coisas, e o Exército está se esforçando muito. Ainda assim, acho que não estamos onde queremos estar", observou.

    McKenzie sugeriu que as milícias estavam frustradas porque esperavam que as forças dos EUA deixassem o Iraque após o assassinato do comandante militar iraniano Qassem Soleimani no início de janeiro de 2020.

    Soldados dos EUA ficam de guarda durante a cerimônia de entrega do aeródromo Qayyarah às forças de segurança iraquianas no sul de Mossul, Iraque
    © AP Photo / Ali Abdul Hassan
    Soldados dos EUA ficam de guarda durante a cerimônia de entrega do aeródromo Qayyarah às forças de segurança iraquianas no sul de Mossul, Iraque

    "Elas [milícias apoiadas pelo Irã] acreditam que podem realizar ataques em um nível bastante baixo que não vai provocar uma resposta, ainda assim criando atrito suficiente para induzir nossa saída [do Iraque]. Acho que esta é uma situação perigosa", concluiu militar.

    No início de abril, Washington e Bagdá confirmaram a retirada plena das tropas norte-americanas instaladas no Iraque para lutar contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países).

    As únicas forças estrangeiras que permanecerão no território iraquiano serão utilizadas para tarefas de aconselhamento às forças iraquianas.

    Mais:

    EUA podem implantar sistemas móveis de defesa antiaérea na Síria e Iraque para combater drones
    Reino Unido usou caças e mísseis de cruzeiro no maior ataque aéreo em anos a terroristas no Iraque
    Base aérea no Iraque com forças dos EUA é atingida por drone
    Tags:
    Oriente Médio, Iraque, tropas estrangeiras, EUA, Irã, drones
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar