22:29 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7268
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (19), as sirenes começaram a soar na Baixa Galileia, no norte de Israel, e em Krayot, perto da cidade de Haifa, segundo a assessoria de imprensa das Forças de Defesa de Israel (FDI) .

    "As sirenas foram acionadas na Baixa Galileia e no aglomerado de Krayot", de acordo com o comunicado.

    Oficiais israelenses comunicaram que quatro foguetes foram lançados do sul do Líbano contra Israel. A Força Aérea de Israel está atacando alvos no território do Líbano, segundo Exército israelense.

    FDI anunciaram que um foguete foi interceptado pelo sistema de defesa antiaérea Cúpula de Ferro, um caiu em um campo aberto e outros dois caíram fora da costa de Israel no mar Mediterrâneo.

    "Quatro foguetes foram disparados do Líbano contra o norte de Israel, e um deles foi interceptado pela Cúpula de Ferro", escreveram as FDI no Twitter.

    "Em resposta, as forças de artilharia das FDI estão disparando contra uma quantidade de alvos no Líbano. Nós estamos preparados para qualquer cenário em qualquer frente", escreveram as Forças de Defesa de Israel.

    A artilharia israelense lançou fogo contra vários povoados entre Qana e Seddiqine, nos arredores da cidade de Tiro, no sul do Líbano, de acordo com o canal de televisão libanês Al Mayadin. Os foguetes foram lançados de uma posição não tão longe da vila libanesa de Alma el-Chaab.

    ​Sirenes soam no norte de Israel

    Vítimas diretas não foram reportadas após o ataque com foguetes, de acordo com médicos israelenses. Duas pessoas ficaram levemente feridas após caírem ao correr para abrigos antibombas, conforme o serviço nacional de emergência médica e desastres de Israel Magen David Adom.

    Oficiais de segurança israelenses acreditam que a organização Hezbollah não esteve envolvida no último lançamento de foguetes contra Israel, reporta o canal de televisão Channel 12. Acredita-se que grupos palestinos no Líbano são responsáveis pelo ataque.

    Mais:

    Conflito entre Palestina e Israel pode virar guerra religiosa, avisa alto funcionário palestino
    Em telefonema, Biden diz a Netanyahu que espera redução significativa nas tensões com Palestina
    'Influência dos EUA' evita invasão terrestre israelense a Gaza, segundo relatos
    França estaria preparando resolução do Conselho de Segurança para cessar-fogo entre Israel e Hamas
    Tags:
    Forças de Defesa de Israel (FDI), Líbano, ataque, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar