21:40 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6345
    Nos siga no

    O braço armado do Hamas anunciou neste sábado (15) um cessar-fogo de duas horas com Israel, abrangendo apenas a cidade de Tel Aviv, que teve início às 22h00 locais (16h00 em Brasília).

    O representante da ala militar do Hamas, as brigadas Izz al Din Al-Qassam, Abu Ubaidah, disse hoje (15) que o movimento deixará de disparar foguetes contra a cidade israelense de Tel Aviv por duas horas, entre 22h00 e 0h00 locais (16h00 e 18h00 em Brasília).

    Segundo o comunicado das brigadas Al-Qassam, o cessar-fogo abrangerá apenas Tel Aviv, a segunda maior cidade de Israel, situada a 65 quilômetros da capital. O anúncio do representante do braço armado do Hamas foi divulgado através da mídia local.

    Antes disso, as Forças de Defesa de Israel (FDI) publicaram neste sábado (15) vários vídeos no Twitter de ataques aéreos contra alvos militares em Gaza, incluindo um direcionado à casa do chefe do quartel-general de Operações Especiais do movimento Hamas.

    Um caça das FDI atacou recentemente a casa de Khaled Manamara, chefe do quartel-general de Operações Especiais da organização terrorista Hamas, que servia como infraestrutura militar da organização. As FDI continuam a atacar alvos terroristas na Faixa de Gaza neste momento.

    No início do dia, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em uma conversa com o líder da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, "enfatizou a necessidade de o Hamas interromper os disparos de foguetes contra Israel", segundo uma nota divulgada pela Casa Branca.

    Além disso, o presidente norte-americano "ressaltou o seu forte compromisso com a solução negociada de dois Estados como o melhor caminho para se alcançar uma resolução justa e duradoura para o conflito israelense-palestino".

    Desde o início das trocas de mísseis na noite da última terça-feira (11), grupos armados palestinos fizeram ataques contra quase todo o território de Israel.

    Em vários momentos, as sirenes de alerta para foguetes soram diversas vezes em Tel Aviv, enquanto o sistema de defesa aérea de Israel, a Cúpula de Ferro, repelia a maioria dos foguetes lançados de Gaza. Contudo, alguns dos projéteis chegaram a cair em áreas povoadas de assentamentos do Estado judeu.

    Míssil disparado pelo sistema de defesa Cúpula de Ferro de Israel
    © AP Photo / Ariel Schalit
    Míssil disparado pelo sistema de defesa Cúpula de Ferro de Israel
    Na noite de 7 de maio, cidadãos palestinos e a polícia israelense entraram em confronto em Jerusalém Oriental, em dois locais ao mesmo tempo: perto do Monte do Templo e no bairro de Sheikh Jarrah, onde o despejo de famílias árabes está sendo executado por um tribunal israelense, razão pela qual os palestinos protestaram por vários dias.

    A situação na fronteira entre Israel e Faixa de Gaza agravou-se na noite de 11 de maio. Desde o começo dos combates, e até o início da noite deste sábado (15), mais de 2.300 foguetes foram disparados de Gaza contra o território israelense, e aproximadamente 400 deles caíram dentro do próprio território palestino.

    Israel, por sua vez, também realizou centenas de ataques contra o território palestino. Segundo as últimas informações, 145 palestinos morreram nos ataques aéreos israelenses até agora, incluindo 41 crianças, enquanto as vítimas do lado israelense consistem em oito civis e um militar. 

    Mais:

    EUA retiram 120 militares de Israel devido aos intensos confrontos no país
    Três foguetes foram disparados da Síria em direção a Israel
    Israel publica VÍDEO de grande incêndio que teria sido causado por foguetes do Hamas
    Tags:
    cessar-fogo, conflito armado, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar