20:57 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6323
    Nos siga no

    O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, fez um apelo nesta quarta-feira (12) em meio às crescentes tensões entre Israel e Palestina.

    Blinken "implorou" ao Estado judeu para que evite mortes de civis, mesmo enquanto atacar Gaza em resposta aos foguetes do Hamas. As informações foram publicadas no site do Departamento de Estado dos EUA. 

    "Acho que Israel tem um fardo extra ao tentar fazer tudo o que for possível para evitar baixas civis, mesmo quando está respondendo corretamente em defesa de seu povo", disse Blinken, chamando as imagens de crianças palestinas mortas de "angustiantes".

    "Estamos profundamente preocupados com o que estamos vendo lá", afirmou, enfatizando que "a perda de qualquer vida civil é uma tragédia".

    Antony Blinken pediu ao subsecretário de Estado adjunto Hady Amr para que visite região imediatamente para se encontrar com líderes israelenses e palestinos. "Ele usará suas décadas de experiência e, em particular, fará um apelo em meu nome e em nome do presidente [Joe] Biden para uma redução da escalada da violência. Estamos muito focados nisso", concluiu.

    Durante a mais recente escalada de tensões entre Israel e o Hamas, o secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, foi mais uma autoridade norte-americana que se somou aos apelos de Antony Blinken.

    Austin ligou para seu homólogo israelense, Benny Gantz, e manifestou apoiou ao "direito legítimo de Israel e de seu povo de se defenderem". Ao mesmo tempo, pediu medidas para restaurar a tranquilidade, disse o Pentágono.

    Agente das forças de segurança de Israel fala com um homem no local atingido por um foguete lançado de Gaza, em Holon, Israel
    © REUTERS / Ronen Zvulun
    Agente das forças de segurança de Israel fala com um homem no local atingido por um foguete lançado de Gaza, em Holon, Israel

    Mais:

    Mesmo retirando suas tropas, EUA permanecerão no Afeganistão, diz Blinken
    EUA não buscam 'conter' a China, mas defenderão a ordem mundial, diz Blinken
    EUA e aliados pressionarão Caracas até que a Venezuela 'volte à democracia', diz Blinken
    Tags:
    Palestina, Autoridade Palestina, Israel, Antony Blinken, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar