06:22 14 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1233
    Nos siga no

    O Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês) do Irã qualificou de "amadora" as ações dos navios norte-americanos no estreito de Ormuz.

    "Os barcos de patrulha do IRGC, que cumprem missões nas águas territoriais do Irã, observaram que sete navios norte-americanos no estreito de Ormuz se comportaram de uma forma amadora, um helicóptero sobrevoou [a região] e foram realizados disparos provocativos, sem necessidade alguma", afirma a declaração do IRGC citada pelo portal Sepah News.

    O IRGC comunicou que os navios norte-americanos foram advertidos de suas "ações ameaçadoras", seguindo sua travessia logo após. Além disso, denunciou que a Marinha dos EUA costuma se comportar de uma maneira que ameaça a segurança da região.

    De acordo com o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, John Kirby, no dia 10 de maio navios da Guarda Costeira norte-americana realizaram dezenas de disparos de advertência contra as manobras realizadas pelo Irã no estreito de Ormuz.

    O estreito de Ormuz, que conecta o golfo Pérsico e o golfo de Omã, é um ponto estratégico por onde é transportada uma importante quantidade de petróleo com diferentes destinos.

    A região se converteu em um ponto de discórdia e instabilidade para o Irã, devido à presença militar cada vez maior dos EUA com o objetivo de bloquear o transporte de petróleo persa.

    Mais:

    Irã revela nova base subterrânea de mísseis perto do golfo Pérsico (VÍDEO, FOTOS)
    Comandante da Marinha do IRGC afirma que Irã tem 'controle total' do golfo Pérsico
    B-52 dos EUA atravessam espaço aéreo de Israel rumo ao golfo Pérsico, relata jornal (VÍDEO)
    Tags:
    Marinha dos EUA, Marinha, EUA, Estreito de Ormuz, Golfo Pérsico, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar