12:23 28 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    92815
    Nos siga no

    Enquanto Washington conduz a saída de suas tropas, evidências de sua longa estada no país ficam para trás, incluindo equipamentos danificados, que poderiam ajudar afegãos economicamente, mas são destruídos e transformados em lixo.

    Ao mesmo tempo que os EUA preparam sua retirada do Afeganistão, vestígios da ocupação das tropas norte-americanas (que ficaram quase duas décadas no país), incluindo lixo de todas as formas, são deixados para trás.

    Esse lixo seria equipamentos militares danificados como geradores, trilhas de tanques desmontadas em metal, veículos, tendas, entre outros equipamentos que estão sendo destruídos e estocados em um depósito de sucata, segundo a AP News.

    O lixo é proveniente principalmente da Base Aérea de Bagram, maior posto dos EUA no país, e qualquer coisa que as tropas não estejam levando para casa ou oferecendo a militares afegãos, são destruídas completamente e estocadas no ferro-velho.

    Afegãos dentro do ferro-velho de Baba Mir, perto da Base Aérea de Bagram, a noroeste da capital Cabul, Afeganistão, 3 de maio de 2021
    © AP Photo / Rahmat Gul
    Afegãos dentro do ferro-velho de Baba Mir, perto da Base Aérea de Bagram, a noroeste da capital Cabul, Afeganistão, 3 de maio de 2021

    A inciativa seria uma medida de segurança, porém, para vendedores de sucata na região, a ação é um desperdício irritante e uma traição com o povo afegão, pois ao destruírem equipamentos e veículos que não funcionam mais, mas ainda servem para negociações de sucata, os EUA não permitem que os locais façam dinheiro e só deixam lixo acumulado no país.

    "O que eles estão fazendo é uma traição aos afegãos. Eles deveriam ir embora. Assim como eles destruíram este veículo, eles nos destruíram", disse Baba Mir, um vendedor de sucata citado pela mídia.

    Até o momento, cerca de 1.300 equipamentos foram destruídos, disse um comunicado militar dos EUA. Haverá mais antes do prazo final para a partida em 11 de setembro, disse uma autoridade norte-americana falando sob condição de anonimato para AP News.

    Sadat, outro negociante de sucata em Bagram (que deu apenas um nome), diz que depósitos de sucata semelhantes em todo o país estão abarrotados de equipamentos norte-americanos estragados.

    "Eles não nos deixaram nada. Eles não confiam em nós e destruíram nosso país. Eles estão nos dando apenas destruição", disse Sadat citado pela mídia.

    A prática não é nova, pois o mesmo foi feito em 2014, na ocasião em que milhares de soldados se retiraram do país quando os EUA e a OTAN entregaram a segurança do Afeganistão aos afegãos. Sobre o atual momento, outros equipamentos em bom estado como helicópteros, veículos militares, armas e munições serão entregues às Forças de Defesa e Segurança Nacional do Afeganistão.

    Para Hajji Gul, outro comerciante de ferro-velho, os EUA destruíram seu país e agora só lhes dão o lixo: "Eles destruíram nosso país e agora estão nos dando seu lixo. O que devemos fazer com isso?", indagou o comerciante citado pela mídia.

    Mais:

    China responsabiliza EUA por aumento de ataques no Afeganistão, após incidente em escola
    Militares do Afeganistão confirmam: tropas dos EUA e OTAN estão deixando o país
    Mesmo retirando suas tropas, EUA permanecerão no Afeganistão, diz Blinken
    Tags:
    lixo, sucata, EUA, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar