06:40 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5351
    Nos siga no

    As autoridades sírias acusam a Turquia de "roubar" uma grande quantidade de água do rio Eufrates, impedindo que esta chegue ao território sírio.

    O portal local Syria Times informou em 2 de maio que a falta de água tem afetado a vida dos residentes e a agricultura nas zonas rurais de Raqqa e Deir ez-Zor.

    "O lado turco reduziu os recursos hídricos do rio Eufrates na Síria de 500 para 200 metros cúbicos por segundo nos últimos tempos. Isto impediu a operação das turbinas para gerar energia na hidrelétrica do Eufrates, além da [redução] da água de irrigação e da água potável", declarou o governador de Raqqa, Abdul Razzaq Khalifa.

    Em outro artigo, publicado nesta segunda-feira (3), o portal citou também as declarações do diretor de recursos hídricos de Al-Hasakah, Abdul Aziz Amin, que acusou as autoridades turcas de violar "o acordo firmado com a Síria em relação à distribuição de cotas da água do rio Eufrates".

    Entretanto, alguns residentes de Deir ez-Zor expressaram suas preocupações de que o baixo nível da água afetará suas plantações.

    Além disso, outro residente da região afirmou que a falta de água provocou problemas de transporte, pois reduziu a capacidade operacional de uma balsa.

    Segundo o acordo celebrado em 1987, o fluxo do Eufrates para a Síria não pode cair abaixo de 500 metros cúbicos por segundo para que as turbinas na hidrelétrica do rio possam seguir funcionando.

    Mais:

    Assad decreta ampla anistia e alteração de outras condenações na Síria
    Força Aérea britânica acionará caças F-35B contra Daesh no Iraque e Síria
    Ataque aéreo israelense na província síria de Latakia mata 1 civil e deixa 6 feridos (VÍDEO)
    Tags:
    água, rio Eufrates, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar