13:19 19 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    Dezessete pessoas morreram e duas ficaram feridas após um micro-ônibus em que viajavam passar por cima de uma mina terrestre nos arredores de Mogadíscio, capital da Somália, segundo uma autoridade regional.

    "Confirmamos que 17 pessoas morreram depois que um micro-ônibus que viajava ao longo da estrada entre Mogadíscio e Balcad atingiu uma mina terrestre", disse nesta quarta-feira (14) Andikarim Mohamed, funcionário do governo da região centro-sul de Hirshabelle.

    Pelo menos 17 pessoas mortas e outras duas feridas nesta quarta-feira, quando um micro-ônibus deixou #Mogadíscio e atingiu uma mina terrestre em Hirshabelle, no sul da #Somália.

    O acidente ocorreu a cerca de 30 quilômetros ao norte de Mogadíscio, no que Mohamed chamou de "ato horrível e maligno", segundo publicou a AFP.

    O comandante militar somali Abshir Mohamed, que trabalha na área, atribuiu o incidente aos islâmicos do Al-Shabaab ligados à Al-Qaeda (organizações extremistas proibidas na Rússia e em vários outros países) que realizam ataques regulares no país.

    "Os terroristas estão alvejando indiscriminadamente todos. Eles plantaram a mina que matou aqueles civis inocentes que viajavam para seus trabalhos", disse o comandante à mídia estatal.

    Mais:

    Atentado com carro-bomba deixa ao menos 20 mortos na capital da Somália
    Ataque de homem-bomba deixa 10 mortos na Somália
    Parlamento da Somália decide estender mandato do presidente por mais 2 anos
    Tags:
    Somália, África, mina, mortes, Al-Qaeda, Al-Shabaab
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar