23:21 10 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4420
    Nos siga no

    O presidente sírio, Bashar Assad, enfatizou repetidamente que a presença dos EUA na Síria é ilegal. Este ano marcou o décimo aniversário desde a erupção da sangrenta guerra civil na nação do Oriente Médio.

    Os EUA transportaram armas e equipamento logístico do Iraque para o aeroporto improvisado de Kharab Jeer, no nordeste da província de Hasakah, Síria, informa a agência de notícias síria (SANA, na sigla em inglês), citando fontes locais.

    Segundo a mídia, o comboio norte-americano incluía 59 caminhões refrigeradores, tanques com suprimentos e veículos militares conhecidos como Humvees.

    O comboio viajou para Kharab Jeer, onde as forças dos EUA estão estacionadas, pelo norte do Iraque, acompanhado pelos veículos das Forças Democráticas da Síria (FDS), apoiadas pelos EUA, acrescentou a mídia.

    Nesta semana, caminhões carregados com trigo contrabandearam o alimento da Síria para o Iraque usando o ponto fronteiriço de Waleed. Já na semana passada, foi relatado que 12 caminhões estavam transportando trigo rumo ao Iraque usando o posto fronteiriço de Semalka.

    Comboio dos EUA patrulha na província de Hasakah, no nordeste da Síria (foto de arquivo)
    © AFP 2021 / Delil Souleiman
    Comboio dos EUA patrulha na província de Hasakah, no nordeste da Síria (foto de arquivo)

    A Síria está envolvida em um conflito militar desde março de 2011 e atraiu vários combatentes externos, incluindo os EUA. Desde o início do conflito, quase meio milhão de pessoas perderam suas vidas, cerca de dois milhões de pessoas ficaram feridas e 6,5 milhões se tornaram refugiados.

    O presidente sírio, Bashar Assad, condenou repetidamente a presença dos EUA no país, que considera ilegal, uma vez que não foi ordenada por Damasco ou pelas Nações Unidas.

    A Síria precisa desesperadamente de fontes de renda para reparar os estimados US$ 400 bilhões (aproximadamente R$ 2,24 trilhões) em danos causados pelo conflito civil, mas as sanções dos EUA e da Europa, combinadas com a ocupação por Washington dos principais campos petrolíferos da República Árabe, tornam a reconstrução difícil.

    Mais:

    Forças dos EUA apoiam transferência de 40 militantes do Daesh para base na Síria, diz SANA
    Ex-enviado de Trump a Damasco chama de 'trunfo' para EUA a presença da Al-Qaeda na Síria
    Líbano condena invasão do seu espaço aéreo por Israel para ataques contra capital síria
    Turquia destrói túnel subterrâneo perto da fronteira síria, informa mídia turca (FOTO)
    Tags:
    Iraque, SANA, Al-Hasakah, Forças Democráticas Sírias, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar