13:55 11 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8233
    Nos siga no

    Neste domingo (11), um "incidente" no fornecimento de energia elétrica foi registrado na instalação de enriquecimento de urânio de Natanz, afirmou Behrouz Kamalvandi, porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã, citado pela agência Tasnim.

    De acordo com o porta-voz, as causas do incidente estão sendo investigadas. Ele indicou que ninguém ficou ferido nem houve contaminação ambiental no local.

    O incidente ocorreu horas depois de o Irã acionar as novas centrífugas em Natanz. Ao todo, foram acionadas 164 máquinas do modelo IR-6 e 30 do modelo IR-5.

    Além disso, foram iniciados os testes mecânicos das centrífugas IR-9. O Irã tinha recentemente anunciado importantes êxitos e avanços na sua indústria atômica.

    Neste sábado (10), a televisão estatal iraniana reportou que Teerã pôs em funcionamento as novas centrífugas de enriquecimento de urânio.

    A informação se segue à reunião dos membros do JCPOA em Viena, Áustria, na qual foi discutida a possibilidade de os EUA retornarem ao acordo nuclear.

    As negociações em Viena entre o grupo de países P5+1 que assinaram o JCPOA em 2015 (China, França, Rússia, Reino Unido, EUA e Alemanha) começaram nesta terça-feira (6).

    Donald Trump, ex-presidente dos EUA (2017-2021), retirou unilateralmente os EUA do acordo em 2018 e impôs duras sanções econômicas a Teerã, alegando que a República Islâmica havia violado o acordo, algo que o Irã nega.

    Por sua vez, o país persa começou a abandonar gradualmente seus compromissos com o JCPOA em 2019. No entanto, a nova administração norte-americana do presidente Joe Biden tem sinalizado maior abertura e desejo de um compromisso político com o Irã.

    Ambos os lados, apesar de interessados em voltar ao acordo, apresentam condições específicas para o fazer. Enquanto Washington requer que o Irã apresente "limites permanentes e verificáveis" em seu programa nuclear, Teerã, por sua vez, mantém que os EUA devem suspender todas as sanções impostas ao país antes de quaisquer acordos.

    O acionamento destas centrífugas, contudo, pode ser entendido como uma das várias consequências da escalada de tensões entre EUA e Irã desde 2018, quando Washington se retirou unilateralmente do acordo e aplicou severas sanções a Teerã.

    Mais:

    Irã alegadamente detém 'espião israelense' no noroeste do país, diz mídia
    Rússia diz que fará o possível para viabilizar contato indireto entre EUA e Irã sobre acordo nuclear
    'Próximo século pertence à Ásia', diz parlamentar iraniano aos EUA após acordo Irã-China
    Tags:
    usina nuclear, usina atômica, usina nuclear, usinas, Natanz, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar