23:51 23 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 74
    Nos siga no

    O gabinete do Sudão votou nesta terça-feira (6) a revogação de uma lei de 1958 que proibia relações diplomáticas e comerciais com Israel, conforme informou em comunicado.

    O Sudão assinou no ano passado os Acordos de Abraham (ou Acordos de Abraão) sobre a reconciliação regional com Israel, patrocinado pelo governo dos Estados Unidos do então presidente Donald Trump. Logo em seguida, autoridades israelenses visitaram o Sudão.

    O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, em telefonema com os líderes de Sudão e Israel, no Salão Oval da Casa Branca, em 23 de outubro de 2020, em Washington.
    © AP Photo / Alex Brandon
    O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, em telefonema com os líderes de Sudão e Israel, no Salão Oval da Casa Branca, em 23 de outubro de 2020, em Washington

    A decisão ainda precisa da aprovação de uma reunião conjunta do conselho soberano do Sudão e do gabinete, que atua como órgão legislativo provisório do país, segundo publicou a Reuters.

    Um dos maiores países muçulmanos da África, o Sudão vinha sendo sancionado pelos EUA desde a década de 90 por dar refúgio ao então líder da Al-Qaeda (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países), o terrorista Osama bin Laden. O acordo com Israel, aliado americano no Oriente Médio, deve favorecer também a relação com os EUA.

    Até os acordos com Sudão — e também com Emirados Árabes Unidos e Bahrein — Israel só tinha relações diplomáticas com dois países vizinhos: o Egito (desde 1979) e a Jordânia (desde 1994).

    Mais:

    Conflitos tribais deixam pelo menos 47 mortos no Sudão
    Navio da Marinha dos EUA chega ao Sudão para 'reforçar segurança marítima' da região (FOTOS)
    'Águias do Nilo 2': caças MiG-29 são avistados em exercícios conjuntos de Egito e Sudão (VÍDEO)
    Tags:
    diplomacia, governo, relações bilaterais, Israel, Sudão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar