08:00 17 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    258
    Nos siga no

    Reuven Rivlin, presidente israelense, diz, "em uma decisão baseada no número de recomendações", que Benjamin Netanyahu, o reeleito recentemente primeiro-ministro de Israel, tem a melhor chance de formar governo.

    Reuven Rivlin, presidente de Israel, encarregou Benjamin Netanyahu, atual primeiro-ministro, de formar um novo governo de coligação na terça-feira (6), afirmando que as acusações criminais enfrentadas por Netanyahu não são um obstáculo à sua capacidade de servir.

    "A principal consideração que os presidentes israelenses devem ter em mente ao decidir a quem confiar a tarefa de formar um governo é qual candidato tem a melhor chance de formar um governo", disse Rivlin em um tweet.

    Eu cheguei a uma decisão baseada no número de recomendações [dos legisladores], o que indica que Benjamin Netanyahu tem uma chance ligeiramente maior de formar um governo. Sendo assim, decidi confiar-lhe a tarefa de fazê-lo.

    Reuven Rivlin observou que suas consultas com os legisladores o levaram a acreditar que nenhum candidato tem uma "chance realista" de formar um governo que tenha a confiança do Knesset (parlamento israelense), e que devolveria a decisão ao legislador se a lei lhe permitisse fazê-lo.

    Eu sei o posicionamento compartilhado por muitos de que o presidente não deve dar o papel a um candidato que está enfrentando acusações criminais, mas, de acordo com a lei e a decisão dos tribunais, um primeiro-ministro pode continuar em seu papel mesmo quando ele está enfrentando acusações.

    Netanyahu tem agora um mês para criar um novo governo de coligação. Seu partido Likud ganhou 30 dos 120 assentos do Knesset nas eleições de 23 de março. É necessária uma maioria de pelo menos 61 assentos para formar um governo.

    O governo de Likud-Azul e Branco colapsou em dezembro após meses de desacordos sobre o orçamento, levando às eleições de março de 2021, as quartas em dois anos, nas quais o Likud ganhou uma pequena pluralidade de votos, de 24,19%.

    Benny Gantz, primeiro-ministro alternado e ministro da Defesa de Israel, advertiu no sábado (3) que um novo "governo de extrema direita chefiado por Benjamin Netanyahu" criaria uma situação "desequilibrada", que seria "um desastre" para Israel. O primeiro-ministro, por sua vez, disse também no sábado (3) que sentia que um novo governo era "possível".

    Netanyahu serviu como primeiro-ministro de 1996 a 1999, e mais quatro mandatos completos, mas interrompidos por eleições antecipadas, a partir de 2009, com os três últimos cumpridos em meio a um tumultuoso impasse político devido a alegações de fraude, suborno e quebra de confiança contra ele.

    Mais:

    Netanyahu acusa TPI de antissemitismo após abertura de investigação por crimes de guerra (VÍDEO)
    Netanyahu cancela viagem histórica aos Emirados Árabes, diz mídia israelense
    Milhares de israelenses protestam contra Netanyahu antes da eleição (FOTO, VÍDEO)
    Tags:
    Benny Gantz, Knesset, Twitter, Partido Likud, Likud, Reuven Rivlin, Israel, Benjamin Netanyahu
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar