18:06 14 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Coronavírus no mundo no início de abril de 2021 (58)
    110
    Nos siga no

    O Estado de Israel passou por vacinação em massa contra a COVID-19 – como consequência, centenas de cristãos puderam sair pelas ruas de Jerusalém na procissão desta Sexta-feira Santa (2).

    No ano passado, por conta da pandemia, apenas quatro religiosos haviam subido a Via Dolorosa, um caminho de sofrimento onde Jesus Cristo, segundo a Bíblia, encontrou sua mãe Maria, caiu e recebeu ajuda para carregar a cruz.

    "É como se nós mesmos estivéssemos em uma sepultura no ano passado e agora saímos dela", disse Angleena Keizer, uma pastora britânica que mora em Israel, citada pela AFP.
    Fiéis participam da procissão da Sexta-feira da Paixão de Cristo, em Jerusalém, no dia 2 de abril de 2021
    © REUTERS / Ammar Awad
    Fiéis participam da procissão da Sexta-feira da Paixão de Cristo, em Jerusalém, no dia 2 de abril de 2021

    Em contraste com a celebração de 2020, a procissão deste ano contou com cânticos religiosos em várias línguas entoados pelos fiéis, conferindo um aspecto de vida às ruelas milenares de Jerusalém.

    "É tão, tão melhor do que no ano passado", disse com o rosto coberto de lágrimas a filipina Angele Pernecita, dona de casa de 46 anos que mora em Israel há dez anos e já está vacinada contra a COVID-19.
    Fiéis participam da procissão da Sexta-feira da Paixão de Cristo, em Jerusalém, no dia 2 de abril de 2021
    © REUTERS / Ammar Awad
    Fiéis participam da procissão da Sexta-feira da Paixão de Cristo, em Jerusalém, no dia 2 de abril de 2021

    No interior da Igreja do Santo Sepulcro, alguns fieis não hesitaram em tocar ou mesmo beijar, com ou sem máscara sanitária, a Pedra da Unção, sobre a qual foi embalsamado o corpo de Cristo antes do sepultamento.

    Fiéis participam da procissão da Sexta-feira da Paixão de Cristo, em Jerusalém, no dia 2 de abril de 2021
    © REUTERS / Ammar Awad
    Fiéis participam da procissão da Sexta-feira da Paixão de Cristo, em Jerusalém, no dia 2 de abril de 2021

    Israel já vacinou mais de 80% de sua população adulta, segundo a AP. Mais de 55% de todos os israelenses já receberam pelo menos uma dose da vacina. Como resultado, o Estado judeu viu sua taxa de infecção pelo novo coronavírus cair de 650 pessoas a cada 100 mil habitantes para 31 a cada 100 mil.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no início de abril de 2021 (58)

    Mais:

    Israel é capaz de 'destruir completamente' o programa nuclear do Irã, diz general das FDI
    Relatório: grupo de hackers com supostos laços com Irã teria atacado 25 cientistas nos EUA e Israel
    Relatório anual de direitos humanos dos EUA confirma Cisjordânia como região ocupada por Israel
    Hezbollah: Tel Aviv busca ter todos os territórios de Israel bíblico
    Tags:
    vacinação, novo coronavírus, COVID-19, Jerusalém, Páscoa, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar