19:53 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    128
    Nos siga no

    Relatório da empresa alemã Combilift revela a existência de elementos radioativos perigosos em instalações de petróleo no sul do Líbano.

    A empresa alemã Combilift apresentou um relatório às autoridades do Líbano sobre a presença de elementos radioativos perigosos nas instalações de petróleo de Zahrani, no sul do Líbano, segundo informou o primeiro-ministro interno libanês Hassan Diab, em reunião do Conselho Supremo de Segurança do Líbano na quinta-feira (25).

    "Há um assunto que também representa ameaça. Trata-se de um relatório da empresa Combilift que informa sobre elementos químicos perigosos em instalações de armazenamento de petróleo em Zaharani", afirmou o primeiro-ministro interino libanês, citado por sua assessoria de imprensa.

    "Após verificação realizada por uma comissão de peritos libaneses em energia nuclear foi confirmado que estas substâncias são radioativas com um alto coeficiente", afirmou Diab.

    Os elementos encontrados, segundo o relatório que o primeiro-ministro interino recebeu do Serviço de Segurança Geral do Líbano, constituem uma ameaça verdadeira, de acordo com Diab.

    "Este assunto deve ser discutido agora. E medidas rápidas devem ser tomadas para resolver o problema com atenção máxima", declarou o primeiro-ministro interino libanês.

    Mais:

    'Não temos pressa': líder supremo do Irã reafirma que EUA devem regressar ao acordo nuclear primeiro
    Novo míssil balístico norte-coreano seria arma nuclear tática, dizem especialistas
    Estudos revelam que novas cepas do coronavírus são mesmo mais perigosas e aumentam mortalidade
    Dez anos após tsunami gigante de Fukushima: por que Japão continua usando energia nuclear?
    Tags:
    Líbano, petróleo, substâncias radioativas, perigo, ameaça, depósito de petróleo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar