11:37 13 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    281
    Nos siga no

    O chefe do Hezbollah no Líbano, Hassan Nasrallah, disse nesta quinta-feira (18) que o país não deveria ser empurrado para a guerra civil.

    "Tenho informações de que existem forças externas e algumas internas que estão empurrando [o país] para a guerra civil... Eles estão procurando o combustível para adicionar ao petróleo", disse Nasrallah em um discurso transmitido pela televisão, segundo publicou a Reuters.
    Hezbollah Hassan Nasrallah fala via link de vídeo
    © AP Photo / Hassan Ammar
    Hezbollah Hassan Nasrallah fala via link de vídeo

    Nasrallah também disse que um novo governo era a única saída para o país de sua crise financeira, mas sugeriu que um gabinete de especialistas não duraria.

    O chefe do Hezbollah também lançou dúvidas sobre como um novo gabinete implementaria as reformas que seriam necessárias para um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

    "Se o primeiro-ministro indicado concordar com o presidente na segunda-feira um governo de especialistas, nós concordaremos", declarou Nasrallah.

    O Líbano está passando por uma crise financeira que representa a maior ameaça à sua estabilidade desde a guerra civil de 1975-1990.

    Mais:

    Israel realiza treinamento militar na fronteira com o Líbano para combater Hezbollah (FOTOS, VÍDEO)
    Um dos piores desastres ambientais de Israel: derramamento de alcatrão atinge praias do Líbano
    Papa Francisco revela que Líbano é seu próximo destino
    Tags:
    Hezbollah, crise, Líbano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar