12:41 22 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    161
    Nos siga no

    Na quarta-feira (17), duas torres de energia foram alvo de explosões na província iraquiana de Diyala.

    Conforme afirmou o Ministério da Eletricidade do Iraque, na quarta-feira (17), militantes foram os responsáveis pelo ataque contra as torres de transmissão de energia em Diyala.

    Com o ataque, riscos de desabastecimento na região foram cogitados e, segundo as autoridades iraquianas, cortes de energia podem ocorrer na capital Bagdá em decorrência das explosões.

    "Grupos terroristas explodiram duas torres de transmissão de energia na [...] província de Diyala durante a noite da quarta-feira [17], deixando-as fora de serviço", disse o Ministério da Eletricidade do Iraque, em comunicado obtido pela Sputnik.
    Zona Verde de Bagdá, Iraque
    © AP Photo / Hadi Mizban
    Zona Verde de Bagdá, Iraque

    Como resultado do incidente, a rede elétrica local perdeu cerca de 400 megawatts de eletricidade, acrescentou o ministério iraquiano.

    "A desconexão das linhas de transmissão de energia afetará o fornecimento de eletricidade a Bagdá e às províncias do norte", acrescenta o comunicado.

    Ainda conforme as autoridades locais, a instalação danificada está sendo restaurada. Não se sabe ainda qual grupo foi responsável pelo ataque. Sabe-se, porém, que o Iraque convive com conflitos envolvendo militantes do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em diversos países).

    Mais:

    Papa rechaça ataque contra igreja no Iraque e exorta fiéis a enfrentar o extremismo (VÍDEOS)
    Visita histórica do papa Francisco ao Iraque
    Irã classifica visita do papa ao Iraque de 'boa' e 'construtiva'
    Tags:
    Iraque, Daesh, Bagdá
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar