15:46 18 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2173
    Nos siga no

    Militantes dispersaram um protesto de civis no norte da Síria nesta segunda-feira (8), incidente que deixou um saldo de 15 pessoas feridas.

    A informação foi confirmada pelo contra-almirante Aleksandr Karpov, vice-chefe do Centro para Reconciliação de Lados Opostos do Ministério da Defesa russo na Síria.

    "Na região de Shaykh 'Aqil, a oeste do assentamento Al-Bab, 15 pessoas ficaram feridas depois que militantes dispersaram um protesto de civis, que exigem o fim da ocupação, e cerca de dez [pessoas] foram detidas", disse Karpov, em comunicado de imprensa.

    O oficial russo também disse que os militantes planejam realizar um ataque químico na localidade de Kabana, na província de Idlib, acrescentando que o centro de reconciliação recebeu informações de que militantes do Hayat Tahrir al-Sham (organização terrorista proibida na Rússia e em alguns outros países) estão preparando uma provocação na zona de desescalada de Idlib.

    "Os terroristas planejam realizar um ataque químico encenado em um campo especialmente construído na aldeia de Kabana, na província de Idlib, envolvendo os residentes da província como vítimas, a fim de acusar as forças do governo sírio de usar armas químicas contra civis", disse Karpov durante a entrevista coletiva.

    Mais:

    Síria tem protestos contra grupos armados pró-Turquia
    Ataques aéreos de Biden na Síria são 'presente' para o Daesh, diz ex-senador dos EUA
    Presidente da Síria Bashar Assad e sua esposa testam positivo para COVID-19
    Tags:
    manifestação, conflito, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar