13:49 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    190
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores do Irã disse hoje (8) que a visita do papa ao Iraque foi "muito boa" e "construtiva", e descreveu o encontro do pontífice com a maior autoridade xiita do Iraque como exemplo de paz inter-religiosa.

    O papa Francisco fez uma visita no sábado (6) à residência do grande aiatolá Ali al-Sistani na cidade de Najaf, no sul do Iraque, durante a primeira visita de um pontífice ao país.

    "A visita do papa ao Iraque foi uma visita muito boa e importante", disse o porta-voz do ministério iraniano, Saeed Khatibzadeh, durante uma entrevista coletiva, na qual ressaltou que a viagem só foi possível graças a um "Iraque calmo e seguro".
    Papa Francisco durante o encontro com o primeiro-ministro do Iraque, Mustafa al-Kadhimi
    © REUTERS / Iraqi Prime Minister Media Office
    Papa Francisco durante o encontro com o primeiro-ministro do Iraque, Mustafa al-Kadhimi

    Os comentários de Khatibzadeh representam a primeira reação à visita do papa por parte de uma autoridade iraniana, país que, assim como o Iraque, tem uma população majoritariamente xiita.

    "O Iraque, com a bravura do povo iraquiano, a sabedoria da autoridade [religiosa] e o sangue puro que foi derramado em face do extremismo e de conspirações estrangeiras, agora alcançou um estado de segurança", acrescentou o porta-voz.

    Teerã ajudou as tropas de Bagdá a combater o grupo jihadista Daesh, que é de orientação sunita e proibido na Rússia e em outros países, e teve sua derrota proclamada pelas autoridades iraquianas no final de 2017.

    "O encontro com a alta autoridade [religiosa] do Iraque, o aiatolá Sistani, mostrou por si só o diálogo inter-religioso e a proximidade entre as religiões", disse Khatibzadeh.
    O encontro do papa Francisco e de sua delegação com o aiatolá Ali al-Sistani em Najaf, no Iraque
    © AFP 2021 / Escritório de mídia do aiatolá Sistani
    O encontro do papa Francisco com o aiatolá Ali al-Sistani no Iraque

    O porta-voz acrescentou que o encontro transmitiu uma mensagem de "diálogo, paz e amizade entre as religiões" e um exemplo de "cooperação entre as civilizações, ao contrário daqueles que buscam a violência e o derramamento de sangue".

    Sistani é de nacionalidade iraniana, mas é considerado um crítico da doutrina Wilayat al-Faqih (tutela dos juristas islâmicos), que está no poder no Irã, e prefere a separação entre religião e Estado.

    Mais:

    Esforços de Soleimani permitiram que papa visitasse Iraque com segurança, diz conselheiro iraniano
    Papa Francisco apela aos cristãos iraquianos de Mossul para regressarem a casa
    Visita histórica do papa Francisco ao Iraque
    Tags:
    Irã, Iraque, Papa Francisco, visita oficial, líder religioso, liberdade religiosa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar