02:41 19 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1210
    Nos siga no

    A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, declarou nesta quinta-feira (18) que os Estados Unidos acreditam que o Irã está longe de cumprir o acordo nuclear de 2015, conhecido como Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA).

    "O Irã está muito longe de cumprir [...]. Nosso objetivo é trabalhar com nossos parceiros e aliados para participar e coordenar uma série de questões, incluindo o futuro do acordo nuclear com o Irã", disse Psaki.

    Os diplomatas da Alemanha, França, Reino Unido, por sua vez, haviam apelado ao Irã para que evite novas ações que visem suspender os protocolos nucleares e limitar o acesso da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

    Técnicos iranianos trabalham em uma instalação de produção de combustível de urânio para um reator nuclear (foto de arquivo)
    © AP Photo / Vahid Salemi
    Técnicos iranianos trabalham em uma instalação de produção de combustível de urânio para um reator nuclear (foto de arquivo)

    Em 4 de janeiro de 2021, Teerã anunciou que voltaria a enriquecer urânio a 20%, nível anterior à assinatura do JCPOA, que limitava este indicador em 3,67%.

    A administração norte-americana de Donald Trump anunciou sua saída unilateral do JCPOA em 2018, alegando violação do acordo nuclear por parte do Irã, apesar de inspeções internacionais confirmarem cumprimento iraniano.

    O presidente eleito dos EUA, Joe Biden, indicou que Washington estaria disposto a retornar ao acordo, enquanto o Irã vem insistindo que a Casa Branca deveria primeiramente cancelar as sanções contra Teerã.

    Mais:

    Ministro da Inteligência do Irã revela o que pode levar Teerã a obter armas nucleares
    Irã notifica AIEA de sua intenção de limitar inspeções nucleares sob lei recém-aprovada
    Israel não pretende apoiar EUA se o país retornar ao acordo nuclear com o Irã
    Enquanto os EUA pedem diplomacia, Irã exige 'ação, não palavras' no retorno ao acordo nuclear
    Tags:
    EUA, Irã, Plano Global de Ação Conjunta, acordo nuclear, urânio, urânio enriquecido, enriquecimento de urânio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar