02:46 09 Março 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3341
    Nos siga no

    Hossein Salami, comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês), disse que os inimigos do Irã devem ter medo do poder defensivo do Irã, uma pequena parte do qual foi exibida nos recentes exercícios militares.

    O major-general iraniano fez as observações nesta sexta-feira (12) à margem dos jogos de guerra Grande Profeta 16, que foram conduzidos pelas Forças Terrestres do IRGC no sudoeste do país.

    Salami afirmou que as Forças Armadas do Irã sempre mantiveram seu espírito de "autoridade, defesa, resistência e agressão" contra os inimigos, acrescentando que "o inimigo devia aprender uma lição do poder de fogo mostrado pelas forças iranianas durante os exercícios Grande Profeta".

    "As Forças Terrestres do IRGC garantem nossa segurança, independência, honra e dignidade e elas brilharam gloriosamente em seu jogo de guerra mais recente. O poderio de combate das Forças Terrestres é muito mais do que vimos hoje, e neste exercício mostramos apenas um pequeno exemplo desse poder", declarou.

    Alto comandante iraniano observou que os inimigos estão com medo dos passos firmes dos soldados das Forças Terrestres do IRGC, sublinhando que "a integridade territorial do país não será negligenciada nem por um único momento", escreve agência de notícias Mehr.

    Em janeiro, o IRGC conduziu um exercício e lançou mísseis balísticos antinavio contra um alvo simulado no oceano Índico. Também no mês passado, um submarino iraniano teria lançado mísseis de cruzeiro no golfo de Omã.

    Mais:

    Irã inicia exercícios Grande Profeta 15 conduzindo lançamento maciço de mísseis balísticos (VÍDEO)
    Cientistas do Irã pedem que IRGC abata aviões e navios de guerra dos EUA invasores
    Guarda Revolucionária do Irã recebe 340 lanchas rápidas lançadoras de mísseis (VÍDEO)
    Tags:
    forças terrestres, Oriente Médio, EUA, inimigos, Hossein Salami, Corpo de Guardas da Revolução Islâmica (IRGC)
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar