13:02 24 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Situação mundial da COVID-19 no início de fevereiro de 2021 (80)
    0 20
    Nos siga no

    A universidade saudita Imam Abdulrahman Bin Faisal iniciou a primeira fase dos estudos clínicos de sua própria vacina contra o coronavírus, informou a imprensa saudita.

    Conforme publicou nesta terça-feira (9) o veículo de comunicação Saudi Gazette, o fármaco já foi submetido a estudos de laboratório que mostraram sua eficácia. A universidade, com apoio do Ministério da Educação saudita, começou a primeira fase dos testes clínicos para posteriormente produzir a vacina.

    As autoridades sauditas aprovaram em dezembro do ano passado o uso da vacina contra o coronavírus fabricada pela farmacêutica norte-americana Pfizer em parceria com o laboratório alemão BioNTech. Em janeiro, o governo saudita liberou o uso dos imunizantes produzidos pela farmacêutica britânica AstraZeneca e pela companhia norte-americana Moderna.

    Em meados de dezembro, as autoridades sauditas anunciaram o início da campanha de vacinação contra o coronavírus no país. No dia 11 de janeiro, o Ministério da Saúde informou que mais de 178.000 pessoas já tinham recebido uma injeção da vacina contra a COVID-19 no país.

    De acordo com o balanço oficial, foram detectados quase 371 mil casos de contágio pelo vírus SARS-CoV-2 na Arábia Saudita, com 6.410 mortes e mais de 362 mil recuperações.

    Tema:
    Situação mundial da COVID-19 no início de fevereiro de 2021 (80)

    Mais:

    Casa Branca suspende venda de bombas inteligentes à Arábia Saudita
    Arábia Saudita encerra proibição de entrada no país, mas mantém restrições para conter COVID-19
    Príncipe saudita revela planos para construir cidade futurista em zona econômica (VÍDEOS)
    Tags:
    Arábia Saudita, COVID-19, vacina, pesquisa científica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar