03:39 14 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 201
    Nos siga no

    O ministro do Interior turco, Suleyman Soylu, afirmou nesta quinta-feira (4) que os Estados Unidos estiveram por trás da tentativa de golpe na Turquia em julho de 2016.

    "É claro que os Estados Unidos estão por trás da tentativa de golpe de 15 de julho [2016]; foi realizada pela FETO sob a liderança dos Estados Unidos", disse Soylu em uma entrevista ao jornal Hurriyet.

    Segundo o ministro do Interior, a Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) rejeitou centenas de pedidos das autoridades turcas para encontrar os seguidores do clérigo islâmico Fethullah Gulen, a quem Ancara acusa de organizar o atentado.

    "Se o sistema internacional não estivesse por trás da FETO, essa organização poderia resistir?", questionou Soylu.
    Foto de arquivo - Fethullah Gulen
    © AP Photo / Selahattin Sevi, File
    Foto de arquivo - Fethullah Gulen

    Na noite de 15 para 16 de julho de 2016, várias unidades do Exército turco tentaram derrubar o presidente Recep Tayyip Erdogan, mas os ataques foram reprimidos e o golpe acabou frustrado.

    As autoridades turcas culparam a organização de oposição de Fethullah Gulen, que é chamada por Ancara de Organização Terrorista Fethullah Gulen (FETO, na sigla em turco), pela tentativa.

    Após o movimento frustrado para derrubar Erdogan, as autoridades turcas iniciaram um expurgo maciço, no qual dezenas de milhares de militares, agentes das forças de segurança, juízes, funcionários públicos e professores foram presos ou suspensos de suas funções.

    Por sua vez, o próprio Gulen, que vive em autoexílio nos Estados Unidos, rejeita todas as acusações de Ancara.

    Mais:

    Turquia retaliará novas sanções dos EUA sobre compra dos S-400, diz chancelaria
    Autoridades da Turquia prendem 126 pessoas por suposta ligação ao Daesh
    Sistemas S-400 na Turquia prejudicam eficácia da OTAN, diz conselheiro de Segurança Nacional dos EUA
    Tags:
    Fethullah Gulen, golpe de Estado, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar