13:36 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5333
    Nos siga no

    A República Islâmica do Irã acumulou um vasto arsenal de mísseis balísticos e de cruzeiro, cuja maioria é de fabricação nacional, capaz de destruir os navios norte-americanos, declarou general iraniano.

    Na segunda-feira (25), o general iraniano Rahim Noei-Aghdam, comandante da base militar de Hazrat Zaynab do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês), afirmou que apesar de seu tamanho, capacidade tecnológica e poder de fogo, a Marinha dos EUA deixou de ser uma ameaça para o Irã graças ao vasto arsenal de mísseis de Teerã.

    "Se antes a presença dos EUA nas águas internacionais perto do Irã era considerada uma ameaça para o país, agora, graças a nosso poder de dissuasão e mísseis superfície-superfície, superfície-ar, superfície-costa, costa-costa, costa-mar e mar-mar, temos a capacidade de destruir navios norte-americanos", disse o comandante à agência Mehr.

    Noei-Aghdam acrescentou que, em contraste com as forças norte-americanas na Ásia Ocidental, que são incapazes de atuar, a inteligência, mobilidade, poder de combate, força, coesão, unidade e moral das forças da Frente de Resistência, especialmente das Forças Armadas do Irã, são bastante conhecidos.

    Anteriormente, o Irã começou manobras militares no golfo de Omã. O comandante das Forças Terrestres do Exército, general Kiomars Heidari, disse que os exercícios treinariam "uma resposta rápida e decisiva" a ameaças hostis e simulariam grandes ataques contra uma hipotética costa inimiga.

    Em 16 de janeiro, o Irã testou mísseis balísticos, atingindo alvos marítimos a 1.800 quilômetros de distância, através do golfo de Omã, no oceano Índico.

    As tensões entre Teerã e Washington cresceram novamente nos recentes meses, após o assassinato do físico nuclear Mohsen Fakhrizadeh em 27 de novembro de 2020, supostamente por agentes israelenses.

    Mais:

    Defesa antiaérea não ajudará: como serão futuros mísseis hipersônicos do Pentágono?
    Irã apresenta 7 condições a Biden para retomar conversas sobre acordo nuclear
    Navio-patrulha russo dispara mísseis contra alvos aéreos durante exercícios no Báltico (VÍDEO)
    Por telefone, Johnson e Biden discutem alinhamento de política externa sobre China, Irã e Rússia
    Tags:
    Estados Unidos, EUA, Irã, mísseis, Marinha, navios
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar