20:55 08 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2131
    Nos siga no

    A própria conta pessoal do presidente norte-americano Donald Trump foi permanentemente banida pelo Twitter na sexta-feira (8) devido ao que a plataforma descreveu como "risco de mais incitação à violência".

    O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu retirou do topo da sua conta no Twitter a foto que tinha com o presidente dos EUA, Donald Trump. A ação, que ocorreu nesta terça-feira (12), sugere um rompimento com um aliado político que enfrenta um possível impeachment, relata a agência Reuters.

    A foto de Netanyahu sentado ao lado de Trump em uma reunião na Casa Branca há muito ocupava o local de destaque da conta do primeiro-ministro israelense na rede social, indicando os estreitos laços do líder conservador de Tel Aviv com o presidente republicano.

    Todavia, nesta terça-feira (12), outra foto, mostrando Netanyahu tomando a vacina contra a COVID-19, junto com o slogan da campanha de vacinação de Israel, "Cidadãos de Israel, estamos voltando à vida", substituiu a foto com o presidente Trump.

    Mais humilhação para Trump. Seu melhor amigo no cenário mundial, o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, removeu-o de seu cabeçalho no Twitter

    Nenhuma explicação foi dada no site de Netanyahu para o desaparecimento de Trump. A remoção ocorre um dia antes da Câmara dos Representantes dos EUA começar a considerar o segundo pedido impeachment do presidente norte-americano.

    Os deputados democratas acusam Trump de "incitamento à insurreição", devido seu papel no ataque ao Capitólio na semana passada. Em comentários televisionados em 7 de janeiro, Netanyahu chamou os eventos no Capitólio de um "tumulto" e afirmou estar certo que a democracia norte-americana prevaleceria.

    A própria conta pessoal do presidente Trump foi permanentemente banida pelo Twitter em 8 de janeiro devido ao que a plataforma descreveu como "risco de mais incitação à violência".

    Mais:

    Irã afirma ter 'evidência sólida' da participação de Israel no assassinato de cientista nuclear
    Israel envia vacinas à Autoridade Nacional Palestina para 'casos humanitários'
    Entre 10% e 20% dos casos de coronavírus em Israel têm mutação britânica
    Vai receber fúria de Biden? Israel anuncia construção de mais casas na Cisjordânia
    Tags:
    EUA, Israel, Twitter, Twitter, Donald Trump, Benjamin Netanyahu
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar