19:57 05 Março 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3161
    Nos siga no

    Um diplomata iraniano enviou uma carta ao Conselho de Segurança da ONU, protestando contra as ações norte-americanas, que têm "sérias ramificações para a paz e segurança regional e internacional".

    O Conselho de Segurança das Nações Unidas e a comunidade internacional devem obrigar os EUA a acabar com as medidas de desestabilização na região do golfo Pérsico, disse na quinta-feira (31) Eshagh Al-Habib, encarregado de negócios do Irã na ONU.

    "Uma vez que tal aventureirismo militar está em clara contradição com os Propósitos e Princípios das Nações Unidas, e tem sérias ramificações para a paz e segurança regional e internacional, é esperado que o Conselho de Segurança das Nações Unidas obrigue os Estados Unidos a cumprir os princípios e regras do direito internacional e a pôr fim a essas medidas ilegais."

    "Da mesma forma, a comunidade internacional deve exigir que os Estados Unidos ponham fim a suas medidas de desestabilização em uma região tão volátil como o golfo Pérsico", apontou Al-Habib em uma carta endereçada a António Guterres, secretário-geral da ONU, e ao chefe do Conselho de Segurança, Jerry Matjila, conforme citado pela missão do Irã na ONU.

    O diplomata afirmou que o Irã não estava procurando conflito, ao mesmo tempo que o comportamento de Washington havia deteriorado o "já tenso ambiente de segurança" no Oriente Médio.

    Al-Habib criticou igualmente os voos de bombardeiros estratégicos de longo alcance dos EUA na região, e uma "campanha de desinformação sistemática" contra Teerã.

    "[...] É evidente que os Estados Unidos devem assumir a responsabilidade total por todas as consequências", comentou.

    Mais:

    Irã afirma que não discutirá novo acordo nuclear
    Embaixador do Irã equipara sanções a crimes contra a humanidade
    Irã: administração Trump falhou e 'países infames' do Oriente Médio 'gastaram sua dignidade e honra'
    Tags:
    Oriente Médio, António Guterres, Conselho de Segurança da ONU, Conselho de Segurança, golfo Pérsico, EUA, ONU, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar