04:33 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    A polícia da Uganda usou gás lacrimogêneo nesta quarta-feira (30) para dispersar uma multidão que protestava contra a prisão do candidato presidencial da oposição, Bobi Wine.

    "Eles estão atirando agora mesmo para dispersar as pessoas que se aglomeram nas estradas", disse à Reuters uma testemunha que não quis revelar seu nome por motivos de segurança, na cidade central de Kalangala.

    O candidato presidencial da oposição de Uganda, Robert Kyagulanyi, popularmente conhecido como Bobi Wine, e sua equipe de campanha foram presos na região central do país nesta quarta-feira (30), escreveu o próprio Wine no Twitter.

    Bobi Wine e toda sua equipe de campanha presos em Kalangala! Mídia bloqueada.

    ​Não foram disponibilizados mais detalhes sobre sua prisão.

    O astro pop e candidato à presidência já tinha sido detido no dia 18 de novembro, enquanto fazia campanha no leste do país, por supostamente realizar comícios eleitorais com a presença de muitas pessoas, violando as restrições impostas pelo governo para conter a disseminação da COVID-19.

    Ele foi libertado dois dias depois, após protestos contrários à sua prisão que deixaram pelo menos 37 mortos.

    Robert Kyagulanyi, um músico e político ugandense também conhecido como Bobi Wine, saúda seus apoiadores
    © AFP 2021 / Sumy Sadurni
    Robert Kyagulanyi, um músico e político ugandense também conhecido como Bobi Wine, saúda seus apoiadores

    A nação situada na África Oriental é rica em petróleo e considerada uma forte aliada dos países ocidentais. Seu atual líder Yoweri Musaveni, no entanto, enfrenta acusações de corrupção e nepotismo, o que ele nega.

    As eleições presidenciais e parlamentares em Uganda estão marcadas para o dia 14 de janeiro, e Wine surge como uma séria ameaça para Musaveni, de 76 anos, que pretende seguir governando após 34 anos no poder.

    Mais:

    Planeta dos Macacos da vida real? Chimpanzés 'declaram guerra' a humanos em Uganda
    Veículos militares russos com volante à direita são testados fora-de-estrada em Uganda (VÍDEO)
    Candidato à presidência é libertado em Uganda após protestos que deixaram 37 mortos
    Tags:
    Uganda, Crise, política, protestos, prisão, oposição, África
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar