12:37 21 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    51539
    Nos siga no

    Com o final do ano e o início de uma possível nova era nos EUA se aproximando, as tensões entre Israel e Irã continuam escalando.

    Após o porta-voz das Forças de Defesa de Israel (FDI), Hidai Zilberman, contar ao jornal saudita Elaph na sexta-feira (25) que Israel possui submarinos operacionais "em todo o lado", uma fonte anônima iraniana informou a agência de notícias Al-Jazeera no sábado (26) que "a resposta de Teerã a qualquer ataque à segurança nacional será forte e ampla", conta o The Times of Israel.

    A mesma fonte acusa Israel de "procurar desculpas para arrastar a região para a tensão e o caos" durante os últimos dias da presidência de Donald Trump nos EUA.

    Zilberman foi entrevistado depois que um submarino israelense foi detectado no canal do Suez na semana passada, em plena demonstração de força e como mensagem para o Irã, de acordo com a Corporação Israelense de Radiodifusão Pública (KAN) que, por sua vez, cita fontes da inteligência árabe, segundo o artigo.

    Manifestantes queimam bandeiras dos EUA e Israel em ato de repúdio ao assassinato de Mohsen Fakhrizadeh, Teerã, Irã, 28 de novembro de 2020
    © REUTERS / Agência WANA
    Manifestantes queimam bandeiras dos EUA e Israel em ato de repúdio ao assassinato de Mohsen Fakhrizadeh, Teerã, Irã, 28 de novembro de 2020

    Adicionalmente, Zilberman comentou que Israel não tem conhecimento de nenhum plano por parte do Irã para atacar o Estado judaico. Porém, ele obteve informação de que Teerã estaria desenvolvendo veículos aéreos não tripulados e "mísseis inteligentes" no Iraque e no Iêmen, pelo que tais armas poderiam atingir gravemente Israel.

    O almirante Alireza Tangsiri, comandante da Marinha do Corpo de Guardiães da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês), declarou que "as forças, sistemas e equipamento estão devidamente preparados para defender as fronteiras marítimas, os interesses e a segurança do [nosso] país", cita a mídia israelense.
    Manifestantes se reúnem contra o assassinato de Mohsen Fakhrizadeh, o principal cientista nuclear iraniano, em Teerã, Irã, 28 de novembro de 2020
    © REUTERS / Agência de notícias WANA
    Manifestante com cartaz do assassinato do cientista nuclear Mohsen Fakhrizadeh

    O Irã tem ameaçado atacar Israel desde o assassinato de seu principal cientista nuclear, Mohsen Fakhrizadeh, em novembro deste ano.

    Os EUA, por seu lado, também temem que Teerã cumpra sua promessa de vingança pelo assassinato do general Qassem em janeiro de 2020.

    Mais:

    Nevasca mata 8 alpinistas e deixa vários desaparecidos ao norte de Teerã
    Ataques israelenses na Síria prejudicam a estabilidade regional, afirma Damasco
    Irã reforça defesa antiaérea perto de usinas nucleares devido a possíveis ataques dos EUA, diz mídia
    Tags:
    tensão geopolítica, tensão regional, Oriente Médio, Israel, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar