18:24 25 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    21047
    Nos siga no

    Um comboio de 85 caminhões-cisterna e veículos militares, incluindo pelo menos 16 veículos pertencentes às forças dos EUA, saíram da província de Al-Hasakah no nordeste da Síria ingressando no Iraque pela passagem de fronteira de Al-Waleed, informou a agência SANA citando fontes locais.

    De acordo com fontes do povoado de Al-Sweidyia, localizado perto da passagem de Al-Waleed, alguns dos veículos de transporte levavam também equipamento militar não especificado. A agência estatal síria não forneceu mais detalhes sobre o comboio ou sua composição.

    Os militares dos EUA e seus aliados das Forças Democráticas da Síria (FDS) – grupo de milícias de maioria curda – contrabandeiam regularmente petróleo para fora da Síria usando Al-Waleed, um posto de fronteira que o governo sírio considera "ilegal" por falta de jurisdição de Damasco.

    O mesmo posto de controle é usado para transportar equipamentos e suprimentos militares dos EUA para o país devastado pela guerra.

    Veículo militar dos EUA patrulha campos de petróleo na Síria (imagem de arquivo)
    © AP Photo / Baderkhan Ahmad
    Veículo militar dos EUA patrulha campos de petróleo na Síria (imagem de arquivo)

    No final de setembro, SANA informou de uma ocorrência semelhante em que um comboio composto por 35 caminhões-cisterna saiu da região de Jazira, no nordeste da Síria, para fora do país seguindo na direção do norte do Iraque.

    As autoridades sírias têm instado repetidamente as forças norte-americanas a deixar o país, ressaltando que sua presença é ilegal segundo o direito internacional e acusando-as e seus aliados curdos de roubar recursos do país nas regiões ricas em petróleo de Al-Hasakah e Deir ez-Zor, onde está implantada a maioria das tropas norte-americanas.

    Mais:

    Exército israelense se prepara para possibilidade de Trump atacar Irã, segundo mídia
    'Devem sair': Irã critica presença de tropas dos EUA na Síria, exigindo sua retirada imediata
    'Meta dos EUA na Síria era impedir que Assad restaurasse controle do país', diz ex-enviado de Trump
    Tags:
    Síria, contrabando, Bashar Assad, Forças Armadas dos EUA, petróleo, Iraque, Oriente Médio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar