18:54 15 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    314
    Nos siga no

    A ONU estima que 20 mil mercenários estão lutando na Líbia, obstruindo o progresso para encerrar quase uma década de conflito, com um governo que inclui exércitos rivais em extremos opostos da nação.

    A declaração foi feita pelo porta-voz das Nações Unidas, Stéphane Dujarric, nesta quarta-feira (2).

    A representante especial interina da ONU para a Líbia, Stephanie Williams, apresentou as estimativas em uma reunião virtual do Fórum de Diálogo Político da Líbia, disse Dujarric.

    ​O porta-voz da ONU explicou que Stephanie advertiu os delegados líbios de que o tempo não está a seu favor e que há um custo direto para a falta de ação e a obstrução.

    "Ela disse que agora temos 20 mil forças estrangeiras ou mercenários no país, o que ela chamou de uma violação chocante da soberania da Líbia", disse Dujarric.

    O fórum está tentando fazer com que os partidos do país estabeleçam um governo de transição para realizar eleições presidenciais e parlamentares no final de 2021, de acordo com relatos da mídia.

    "Stephanie também alertou sobre uma crescente crise humanitária que ameaça deixar 1,3 milhão dos quase sete milhões de habitantes do país dependentes de ajuda externa até janeiro", finalizou Dujarric.

    Mais:

    Líbia celebrará eleições nacionais em dezembro de 2021
    Diálogo sobre a Líbia é paralisado sem nomeação de governo transitório
    VÍDEO mostra Ancara impedindo Berlim de revistar cargueiro turco suspeito de levar armas à Líbia
    Tags:
    África, exército, governo, guerrilheiros, mercenários, guerra, ONU, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar