17:22 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    02017
    Nos siga no

    A arma usada na morte do físico nuclear iraniano Mohsen Fakhrizadeh-Mahabadi foi controlada por satélite, informou a TV Al-Alam citando uma fonte anônima.

    "A arma usada no assassinato era de fabricação israelense e controlada com o uso de satélite", relatou a fonte à rede de TV estatal do Irã.

    Anteriormente, a mídia iraniana já tinha anunciado que Fakhrizadeh tinha sido morto a tiros com uma metralhadora de controle remoto. A Press TV noticiou nesta segunda-feira (30), citando uma fonte bem informada, que a arma tinha o logotipo e especificações da indústria militar de Israel.

    Fakhrizadeh, físico nuclear e chefe do centro de pesquisa e inovação do Ministério da Defesa iraniano, foi atacado na cidade de Absard, na província de Teerã, na sexta-feira (27). Ele ficou gravemente ferido e morreu em um hospital.

    Manifestante exibe foto de Mohsen Fakhrizadeh, o cientista nucelar assassinado no Irã
    © REUTERS / Majid Asgaripour/WANA
    Manifestante exibe foto de Mohsen Fakhrizadeh, o cientista nucelar assassinado no Irã
    O Irã acusou Israel de estar envolvido na morte do cientista nuclear. O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif, pediu à comunidade internacional que condene o ato. O presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse no sábado (28) que o assassinato não ficaria sem resposta, que ela viria "no momento certo".

    "O Irã identificou o autor intelectual por trás do assassinato. Foi uma operação complexa envolvendo equipamentos eletrônicos", declarou nesta segunda-feira (30) ​o secretário do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã, Ali Shamkhani.

    Shamkhani disse que o Irã confirmou o papel da Organização Mujahedin do Povo e do Mossad — Agência Nacional de Inteligência de Israel — no atentado.

    Mais:

    Em carta à ONU, Irã acusa Israel e pede que organização condene morte de cientista
    Presidente do Irã culpa Israel pelo assassinato de físico nuclear, diz mídia
    Líder supremo do Irã promete punição por assassinato de físico nuclear
    Irã aprova projeto de lei para aumentar atividade nuclear após assassinato de cientista de topo
    Irã promete resposta 'calculada e precisa' ao assassinato de cientista nuclear
    Tags:
    Irã, atentado, cientistas, morte, Crise, Israel, nuclear
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar