09:08 15 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2413
    Nos siga no

    Militantes extremistas realizaram dezenas de ataques na zona de desescalada de Idlib nas últimas 24 horas, segundo informou hoje (24) o contra-almirante Aleksandr Grinkevich, vice-chefe do Centro Russo de Reconciliação para a Síria.

    "Foram registrados 33 ataques na zona de desescalada de Idlib, lançados das posições do grupo terrorista Hayat Tahrir al-Sham, sendo 18 na província de Idlib, quatro em Aleppo, nove em Latakia e dois em Hama", disse o militar durante coletiva de imprensa, sem dar detalhes sobre possíveis vítimas. 

    De acordo com Grinkevich, unidades da polícia militar russa conseguiram realizar normalmente suas patrulhas nas províncias de Aleppo, Raqqa e Al-Hasakah. E não foram registrados ataques por parte dos grupos armados ilegais controlados pela Turquia na Síria. 

    ​A Hayat Tahrir al-Sham, mencionada pelo contra-almirante, é uma organização extremista ligada à Al-Qaeda e anteriormente conhecida como Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia e em diversos outros países).

    Mais:

    Rússia e Síria acusam EUA de treinar terroristas do Daesh em território sírio
    Israel realiza ataques contra forças da Síria e Irã
    Enviado especial de Trump confessa que lhe ocultou número real de soldados dos EUA na Síria
    Tags:
    Al-Hasakah, Raqqa, Latakia, Hama, Aleppo, Idlib, ataque, ataques, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar