20:23 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1212
    Nos siga no

    O governo israelense adotou um plano para fornecer um bilhão de shekels (US$ 299 milhões ou R$ 1,61 bilhão) em assistência para apoiar e fortalecer as comunidades na área ao redor da Faixa de Gaza, disse o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu neste domingo (21).

    O anúncio do premiê foi divulgado por meio de comunicado da assessoria de imprensa do governo israelense.

    "Hoje temos mais boas notícias - um plano de assistência abrangente de mais de NIS 1 bilhão [US$ 299 milhões ou R$ 1,61 bilhão] para as comunidades na área em torno da Faixa de Gaza. O plano inclui, entre outros, benefícios fiscais e descontos em impostos sobre propriedades, cria motores de crescimento como o desenvolvimento do setor de agrotecnologia, aumenta os serviços sociais, fortalece a segurança pessoal e investe em educação e desenvolvimento de infraestrutura", disse Netanyahu, conforme citado pelo comunicado.

    O primeiro-ministro acrescentou que Israel continuará a construir assentamentos em áreas próximas ao enclave da Faixa de Gaza, pois há uma demanda crescente por apartamentos no país.

    Em Jerusalém, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, usa máscara contra a COVID-19 durante sua reunião semanal de gabinete, em 5 de julho de 2020.
    © AP Photo / Gali Tibbon
    Em Jerusalém, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, usa máscara contra a COVID-19 durante sua reunião semanal de gabinete, em 5 de julho de 2020.

    De acordo com o ministro israelense das Finanças, Israel Katz, a decisão do governo é "uma notícia ótima e significativa para todos os residentes da área", pois o plano de assistência ajudaria a melhorar as instalações públicas nas comunidades.

    O ministro do Interior israelense, Aryeh Deri, enfatizou que o plano forneceria fundos adicionais ao orçamento local "que serão direcionados para melhorar os serviços para os residentes e garantir sua segurança".

    As áreas israelenses ao redor da Faixa de Gaza são alvo de frequentes bombardeios do enclave palestino. No sábado (21), as sirenes de alerta de bombardeio dispararam no local após o lançamento de um míssil da Faixa de Gaza. O míssil atingiu uma fábrica em Ashkelon. O exército israelense retaliou atingindo alvos do Hamas dentro do enclave.

    Mais:

    Israel realiza ataques contra forças da Síria e Irã
    Forças de Defesa de Israel publicam IMAGENS de alvos na Síria atingidos por seus mísseis
    Palestinos aceitam dinheiro de impostos de Israel para aliviar crise econômica
    Israel faz acusações contra o Líbano e diz que questão sobre fronteira marítima é 'beco sem saída'
    Tags:
    Benjamin Netanyahu, Faixa de Gaza, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar