12:24 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    A Autoridade Nacional Palestina (ANP) anunciou que aceitará milhões de shekels em impostos que Israel arrecada em seu nome, desde que parou de recebê-los em protesto contra a política de anexação de seus territórios pelo país vizinho.

    "Hoje me encontrei com a parte israelense. Enfatizamos que os acordos bilaterais firmados, baseados na legitimidade internacional, são os que regem essa relação", disse nesta quinta-feira (19) o representante da ANP para as conversas com Israel, Hussein al Sheik, segundo noticiou a agência de notícias palestina Wafa.
    Trabalhador carrega caixas contendo garrafas de vinho para exportação nas vinícolas Shiloh, ao norte da cidade de Ramallah, na Cisjordânia, ocupada por Israel
    © REUTERS / Baz Ratner
    Trabalhador carrega caixas contendo garrafas de vinho para exportação nas vinícolas Shiloh, ao norte da cidade de Ramallah, na Cisjordânia, ocupada por Israel

    A receita vinda dos impostos arrecadados de Israel representa cerca de 60% do orçamento da ANP. Ramallah parou de aceitar as transferências no final de maio em protesto contra a anexação planejada de 30% da Cisjordânia, prometida pelo primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

    "Ficou acertado o repasse de todas as cotas para a ANP e rejeitamos a política de assentamentos, demolição de casas e confisco de terras. Ficou acertada uma outra reunião em breve", acrescentou Sheik.
    Militares israelenses em Hebron
    © AP Photo / Bernat Armangue
    Militares israelenses em Hebron

    A crise pela qual a ANP passa fez com que seus funcionários não recebessem salários integrais por meses. Os gastos com o setor público respondem por cerca de 20% do Produto Interno Bruto (PIB) da ANP.

    Mais:

    Após saída de Trump Israel poderia lançar ataque preventivo contra Irã, diz general dos EUA
    Rússia e Israel discutem cooperação na luta contra COVID-19; Sputnik V é tema da conversa
    Movimento palestino Fatah é acusado de publicar clipe incitando ódio e violência contra judeus
    Palestino detido por Israel termina greve de fome após 103 dias
    Palestina pedirá que Biden transfira embaixada dos EUA em Israel de volta a Tel Aviv
    Tags:
    PIB, receita, impostos, economia, Israel, Palestina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar