01:07 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 12
    Nos siga no

    O Fórum de Diálogo Político sobre a Líbia foi paralisado neste domingo (15) sem que as partes envolvidas conseguissem nomear um novo governo para gerir a transição até as eleições marcadas para o ano que vem.

    Os 75 participantes escolhidos pelas Nações Unidas para o encontro desta semana na capital da Tunísia já tinham concordado em realizar eleições presidenciais e parlamentares em dezembro do ano que vem.

    As conversas, contudo, terminaram sem um acordo para estabelecer uma autoridade executiva unificada, que a representante especial interina do Secretário-Geral da ONU para a Líbia, Stephanie Williams, disse ser necessária para gerenciar o país até as eleições.

    "Dez anos de conflito não podem ser resolvidos em uma semana", disse Williams em uma coletiva de imprensa ao término das conversas.

    Os delegados retomarão o diálogo de forma virtual na próxima semana para discutir a estrutura e o papel da autoridade executiva, e também abordarão a questão de uma base constitucional para as eleições.

    O Fórum de Diálogo Político sobre a Líbia é parte de um processo de paz abrangente que inclui um cessar-fogo militar entre as duas partes principais em conflito: o Governo de Acordo Nacional (GNA, na sigla em inglês), criado em 2015 após as conversações mediadas pela ONU, e o Exército Nacional Líbio (LNA, na sigla em inglês), comandado pelo marechal Khalifa Haftar.

    Mais:

    Em meio a protestos contra apagões, governo interino do leste da Líbia renuncia
    Bloomberg diz que líder do GNA da Líbia, Fayez al-Sarraj, pretende anunciar renúncia; governo nega
    Forças em conflito na Líbia assinam cessar-fogo em Genebra, informa ONU
    Tags:
    ONU, eleições na Líbia, crise na Líbia, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar