18:09 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    141
    Nos siga no

    Mais de mil militantes da Síria foram enviados para Nagorno-Karabakh na sexta-feira (16), revelou fonte à Sputnik, acrescentando que mais um grupo de mercenários partiria em breve para a região dilacerada pelo conflito azeri-armênio.

    "Na sexta-feira [16] passada, mais de mil militantes [da Síria] foram enviados para lutar em Nagorno-Karabakh, e está sendo preparado o envio de mais uma remessa [de militantes] nos próximos dias", afirmou a fonte.

    Anteriormente, o presidente sírio, Bashar Assad, declarou em entrevista à Sputnik que os militantes da Síria estão sendo transferidos para a referida região e que a Turquia usa terroristas da Síria e de outros países em Nagorno-Karabakh. Por sua vez, Ancara nega categoricamente estas alegações.

    Além disso, o diretor do Serviço de Inteligência da Rússia (SVR, na sigla em russo), Sergei Naryshkin, afirmou que mercenários do Oriente Médio estavam se dirigindo a Nagorno-Karabakh e que estes grupos eram formados por milhares de radicais.

    Apesar de no sábado (17) as partes do conflito terem chegado a um acordo de cessar-fogo humanitário a partir da meia-noite de domingo (18) no horário local (20h00 do dia 17 em Brasília), tanto Armênia como Azerbaijão denunciam ataques mútuos na região de Nagorno-Karabakh.

    Desde 27 de setembro deste ano, a região de Nagorno-Karabakh tem sido alvo de confrontos entre forças da autoproclamada república, tropas armênias e forças do Azerbaijão.

    Mais:

    Conselho de Segurança da ONU vai se reunir na segunda-feira para discutir Nagorno-Karabakh
    Azerbaijão viola cessar-fogo humanitário na linha de contato em Nagorno-Karabakh, afirma Erevan
    Armênia reconhecerá Nagorno-Karabakh se não houver diálogo com Azerbaijão
    Tags:
    Turquia, Azerbaijão, Armênia, militantes sírios, Nagorno-Karabakh, Bashar Assad, Síria, mercenários
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar