18:53 18 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    247
    Nos siga no

    Funcionários do governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deram ao governo dos Emirados Árabes Unidos garantias de que os EUA não apoiarão os planos de anexação por Israel até 2024.

    As garantias se referem aos planos de anexação de Israel na Cisjordânia, e foram publicadas pelo jornal Times of Israel neste domingo (13), citando fontes familiarizadas com a questão.

    De acordo com o jornal, esse compromisso foi um fator crucial para os Emirados Árabes Unidos e Israel chegarem ao compromisso de paz mediado pelos EUA, em meados de agosto.

    "Se Trump ganhar um segundo mandato, esse [período] cobre a maior parte [do acordo]. Se [o candidato democrata Joe] Biden vencer, a questão não será relevante de qualquer maneira por causa de sua oposição à anexação", disse uma fonte, que falou sob condição de anonimato, ao jornal.
    Conselheiro de Defesa Nacional de Israel, Meir Ben-Shabbat, cumprimenta representante dos Emirados Árabes Unidos, em Abu Dhabi, 1º de setembro de 2020
    © REUTERS / Nir Elias
    Conselheiro de Defesa Nacional de Israel, Meir Ben-Shabbat, cumprimenta representante dos Emirados Árabes Unidos, em Abu Dhabi, 1º de setembro de 2020

    Recentemente, Israel e Emirados Árabes Unidos anunciaram um acordo de paz mediado pelos Estados Unidos. Antes de o acordo de paz ser fechado, o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu expressou seu compromisso de anexar mais terras na Cisjordânia. Durante as negociações, as autoridades dos Emirados Árabes Unidos buscaram garantias nesse sentido junto aos norte-americanos, ao invés dos próprios representantes israelenses, afirmou o jornal.

    Uma cerimônia de assinatura do acordo de paz entre Emirados e Israel está agendada para ocorrer na próxima terça-feira (15). Como parte do acordo, os dois países devem abrir embaixadas no território um do outro e estabelecer voos diretos entre Israel e os Emirados Árabes Unidos.

    Mais:

    Histórico: 1º voo direto entre Israel e Emirados Árabes Unidos pousa em Abu Dhabi
    Acordo dos Emirados Árabes Unidos com Israel é 'traição' ao mundo islâmico, diz líder supremo do Irã
    Netanyahu aceita venda de caças F-35 dos Estados Unidos aos Emirados Árabes
    Tags:
    Israel, Estados Unidos, EUA, Emirados Árabes Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar