06:04 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1271
    Nos siga no

    O diretor da Organização de Energia Atômica do Irã, Ali Akbar Salehi, declarou que o objetivo é substituir uma instalação que foi danificada por um incêndio em julho.

    O Irã iniciou a construção de um centro para produzir centrífugas avançadas de enriquecimento de urânio no "coração das montanhas", próximo de sua instalação nuclear de Natanz, conforme a agência de notícias IRNA.

    O responsável pelo programa nuclear iraniano, Ali Akbar Salehi, declarou que seu país substituirá o centro de produção que foi danificado por um incêndio em julho, um incidente provocado por sabotagem, causando danos significativos à instalação.

    Sendo assim, Teerã criará uma instalação "moderna, grande e completa", tendo os trabalhos já começado, informou o alto funcionário iraniano.

    Canal estatal iraniano IRIB mostra três versões das centrífugas iranianas produzidas internamente, filmadas nas instalações de Natanz
    © AP Photo / Canal estatal iraniano IRIB
    Canal estatal iraniano IRIB mostra três versões das centrífugas iranianas produzidas internamente, filmadas nas instalações de Natanz

    No dia 5 de janeiro deste ano, Teerã anunciou que não cumpriria com os limites estabelecidos no acordo sobre a quantidade de centrífugas de enriquecimento de urânio que poderia possuir, ou seja, a partir de então passou a enriquecer urânio de acordo com suas necessidades técnicas.

    No entanto, ressaltou que continuaria cooperando com a Agência Internacional de Energia Atômica (OIEA, na sigla em inglês).

    Ao mesmo tempo, a República Islâmica afirmou que voltará a cumprir o acordo se os EUA cancelarem as sanções contra o país.

    Mais:

    Irã anuncia desenvolvimento de novo míssil de cruzeiro de longo alcance
    Nicolás Maduro avalia compra de mísseis do Irã: 'É uma boa ideia, Iván Duque'
    Irã diz que incêndio na usina nuclear de Natanz foi causado por sabotagem
    Tags:
    montanhas, centrífuga, instalação, usina nuclear, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar