05:25 31 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 56
    Nos siga no

    Pelo menos sete pessoas morreram em um ataque suicida no norte de Camarões, segundo informaram fontes locais nesta quinta-feira (3).

    O atentado com bomba, segundo informações obtidas pela Reuters, foi realizado por um militante extremista em Goldavi, no Extremo Norte do país, perto da fronteira com a Nigéria, onde cerca de 18.000 pessoas fugindo da violenta insurgência no país buscaram refúgio. Além dos sete mortos, ao menos 14 pessoas teriam ficado feridas na ação. 

    "Estamos horrorizados com esses ataques sem sentido a pessoas que foram arrancadas de seus vilarejos, fugindo da violência perpetrada por gangues armadas que agem na região, apenas para serem novamente destituídas de segurança depois de encontrarem refúgio em outro lugar", disse um funcionário das Nações Unidas citado pela agência. 

    ​Fontes policiais, de acordo com a AFP, disseram que a explosão ocorreu após uma operação do Boko Haram (grupo terrorista proibido na Rússia e em vários países) em uma vila da região.

    "As pessoas fugiram e um jovem com explosivos amarrados ao corpo os perseguiu e se explodiu", disse um agente citado pela Agence France-Presse.

    Mais:

    'Califado africano' do Daesh lança três ataques em Camarões em menos de 24h
    Explosão nos Camarões: autoridades suspeitam de separatistas anglófonos
    Forças Armadas de Camarões eliminam separatistas de língua inglesa
    Piratas capturam navio mercante com 3 cidadãos russos a bordo perto de Camarões
    Tags:
    homem-bomba, Extremo Norte, Boko Haram, ataque, terrorismo, África, deslocados, Nigéria, Camarões
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar