15:00 20 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    111023
    Nos siga no

    Na Síria foi reportado um acidente entre tropas americanas e russas quando uma patrulha russa foi barrada por militares dos EUA.

    O incidente ocorreu ainda no último dia 25, no nordeste da Síria.

    Segundo o Ministério da Defesa russo, os militares americanos tentaram bloquear a passagem de um comboio russo, apesar de o lado americano ter sido avisado da deslocação com antecedência.

    "Apesar disso, violando os atuais acordos, os militares dos EUA fizeram uma tentativa de bloquear a patrulha russa. Em resposta, a Polícia das Forças Armadas da Rússia tomou medidas necessárias para evitar o incidente e dar continuidade à execução de sua missão", reportou a Defesa russa.

    Após o incidente, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas russas, general Valery Gerasimov, teve uma conversa telefônica com seu homólogo americano, general Mark Milley, para esclarecer o ocorrido.

    Em um vídeo publicado no YouTube é possível ver parte do incidente.

    O órgão russo afirmou que "o lado americano, durante a conversa telefônica, recebeu explicações completas sobre a referida situação".

    Americanos feridos

    Segundo publicou a CNN, durante o incidente ocorreu uma colisão entre um veículo russo e um americano, resultando em pelo menos quatro feridos no lado americano.

    O caso foi confirmado pelo porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, John Ullyot.

    "Um veículo russo colidiu com um blindado da coalizão no nordeste da Síria, o que causou ferimentos nos tripulantes do blindado", declarou Ullyot.

    Mais:

    Com ajuda da Rússia, Síria conduz operação de grande escala para eliminar radicais
    Explosão de gasoduto nas proximidades de Damasco causa apagão de energia em toda a Síria
    Drones dos EUA são flagrados caindo em chamas no noroeste da Síria (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    Exército da Rússia, Rússia, militares, EUA, incidente, patrulha, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar