22:56 23 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5919
    Nos siga no

    O presidente turco recebeu em Istambul uma delegação do movimento palestino dias após a chegada do secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, a Israel.

    A Casa Branca criticou nesta terça-feira (25) a reunião do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, com dois líderes do movimento palestino Hamas, considerado pelos Estados Unidos como organização terrorista.

    Em um comunicado divulgado pelo Gabinete do Porta-Voz da Secretaria do Estado dos Estados Unidos, afirma-se que Washington "se opõe energicamente" à reunião em que um de seus participantes é procurado pelas autoridades norte-americanas por "sua participação em diversos ataques terroristas, roubos e sequestros".

    "A contínua aproximação do presidente Erdogan a esta organização terrorista somente serve para isolar a Turquia da comunidade internacional, prejudica os interesses do povo palestino e mina os esforços globais para prevenir ataques terroristas lançados de Gaza", salienta o texto.

    A reunião ocorreu no sábado (22). A delegação do Hamas foi liderada pelo chefe do bureau político do movimento, Ismail Haniyeh. Também esteve presente o diretor da Organização Nacional de Inteligência da Turquia, Haja Fidan, indica o site da Presidência da Turquia sem oferecer mais detalhes.

    Os Estados Unidos e a Turquia, antes fortes aliados no Oriente Médio, têm observado crescente tensões em suas relações. Istambul tem criticado fortemente a estratégia liderada pelos Estados Unidos para alcançar a paz entre Palestina e Israel, assim como a aproximação de países como Emirados Árabes Unidos ao Estado judeu.

    Mais:

    'Grécia semeia o caos no Mediterrâneo': Erdogan ataca aliado da OTAN em defesa da Turquia
    Israel destrói postos do Hamas em Gaza após fim de semana tenso
    Turquia encontra reserva de 320 bilhões de metros cúbicos de gás, afirma Erdogan
    Tags:
    israel, Hamas, Palestina, Recep Tayyip Erdogan, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar